Domingo, 26 de Maio de 2024
11°

Chuvas esparsas

Ponta Grossa, PR

Dólar
R$ 5,17
Euro
R$ 5,61
Peso Arg.
R$ 0,01
Bola “Copo meio cheio”

Técnico do Operário valoriza ponto conquistado em SC: “temos que gerenciar bem a expectativa da competição”

Em Itajaí, Operário empatou sem gols contra o Brusque pela 5ª rodada da Série B 2024; de volta a PG, equipe volta as atenções para o duelo de domingo contra o Ceará

16/05/2024 às 17h13
Por: Cícero Goytacaz
Compartilhe:
Operário chegou a abrir o placar com Pedro Lucas, mas o gol foi anulado pelo VAR. Foto: Gabriel Thá/OFEC
Operário chegou a abrir o placar com Pedro Lucas, mas o gol foi anulado pelo VAR. Foto: Gabriel Thá/OFEC

O técnico do Operário Ferroviário, Rafael Guanaes, valorizou o ponto conquistado por sua equipe, após empate em 0 a 0 contra o Brusque, em Itajaí-SC, na noite de quarta-feira (15). Na coletiva pós-jogo, Guanaes falou com os jornalistas presentes no Estádio Dr. Hercílio Luz e destacou a necessidade de “gerenciar bem a expectativa” do Operário na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro 2024. Com o empate, o Alvinegro de Vila Oficinas somou um ponto fora de casa e foi a oito pontos conquistados nos cinco primeiros jogos da competição, em 7º lugar.

“Temos que gerenciar bem a expectativa da competição, então é mais um ponto ganho. Vamos olhar para o ‘copo meio cheio’, em relação ao que a equipe está produzindo”, comentou Guanaes. O treinador ainda mencionou uma fala do argentino Luis Zubeldía, técnico do São Paulo, utilizada por Guanaes na preleção com seus atletas para a partida de ontem. “Ele falou uma frase que parecia até que era eu falando, que ‘a gente acredita que, ao longo do tempo, a forma da gente jogar e a consistência no desempenho tende a nos trazer resultados’, então vamos comemorar um ponto, mesmo que a gente quisesse ter saído daqui com mais”, completou.

O jogo

O Operário chegou a marcar um gol aos 22’ do segundo tempo, com Pedro Lucas, após rebote de um chute que o mesmo acertou o travessão e, na sequência, balançou as redes pela primeira vez com a camisa do Fantasma. No entanto, o VAR chamou o árbitro Andre Luiz Policarpo Bento (MG), que reviu a origem a jogada e marcou uma falta do zagueiro Willian Machado na origem da jogada.

Ao final da partida, o Brusque também chegou a balançar a redes com Diego Mathias, mas o jogador estava impedido na jogada e o lance foi impugnado. A partida terminou com domínio do Operário nas estatísticas, mas sem os três pontos para o Alvinegro. A equipe ponta-grossense terminou a partida com 55 % de posse de bola contra 45% do adversário e com 13 finalizações a sete, sendo duas do Fantasma ao gol contra uma do Quadricolor no alvo.

Próximo compromisso

Na próxima rodada da Série B, o Operário vai enfrentar o Ceará, de volta a Ponta Grossa. “O Ceará é um adversário que sim, tem a responsabilidade de estar entre os quatro melhores da competição, de subir para a Série A, então a responsabilidade do confronto obviamente é deles e dentro de casa a gente quer fazer nosso papel, que é sermos agressivos, intensos e fazer um grande jogo que culmine com a eficácia”, projetou Guanaes.

Operário e Ceará entram em campo neste domingo (19), às 16h, no Estádio Germano Krüger.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários