Sexta, 21 de Junho de 2024 (42)99838-3791
Paradesporto

Paratletas do Nadepar recebem orientações do Conselho Tutelar quanto aos direitos e deveres

O Nadepar – Núcleo de Atividades de Desenvolvimento do Paradesporto de Telêmaco Borba, do Centro de Referência Paralímpico (CPI), recebeu, na segunda-feira (20), durante o treinamento dos paratletas na pista de atletismo do Mini Centro Esportivo, representante do Conselho Tutelar (CT) para tratar sobre direitos e deveres

22/05/2024 16h03
Por: Redação Fonte: Prefeitura de Telêmaco Borba
Divulgação
Divulgação

O Nadepar – Núcleo de Atividades de Desenvolvimento do Paradesporto de Telêmaco Borba, do Centro de Referência Paralímpico (CPI), recebeu, na segunda-feira (20), durante o treinamento dos paratletas na pista de atletismo do Mini Centro Esportivo, representante do Conselho Tutelar (CT) para tratar sobre direitos e deveres.

Trata-se do conselheiro tutelar Paulo Roberto de Oliveira que apresentou a eles o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que a maioria não conhecia Falou sobre seus direito que incluem a educação,  o laser, o esporte, entre outros. Ressaltou também sobre os deveres de serem assíduos na escola, nos treinos,  respeito aos colegas, pais e professores.

Paulo aproveitou a data comemorativa, de 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e a importância de entender a diferença entre carinho e abuso, o limite, o respeito ao não. E sobre onde procurar ajuda  caso perceba algum tipo de abuso ou desrespeito

A professora Silvana Dias, coordenadora técnica do Nadepar, responsável pela ação junto ao Conselho Tutelar, considera fundamental que as crianças e adolescentes com deficiência, conheçam sobre direitos e deveres e estarem atentos quanto aos abusos. “É comum as pessoas evitarem conversar sobre assuntos delicados e/ou achar que pessoas com deficiência estão isentas desses temas e não estão. O abuso a pessoa com deficiência (PCD) infelizmente é bem comum e isso precisa ser discutido. Nosso agradecimento ao conselheiro Paulo que se dispôs a nos auxiliar nesse tarefa”, afirmou Silvana.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.