Sexta, 21 de Junho de 2024 (42)99838-3791
Paraná Salas de aula

Maioria dos professores do Estado estão trabalhando normalmente no PR

Em meio aos protestos e greves dos professores, levantamento da SEED aponta que 93% dos docentes da rede estão aplicando aulas nas escolas do Estado

04/06/2024 16h01
Por: Redação Fonte: AEN
Foto: SEED-PR
Foto: SEED-PR

Um levantamento feito pela Secretaria de Estado da Educação do Paraná (SEED) nesta terça-feira (04) aponta que 93% dos professores estão trabalhando regularmente na rede estadual, o que significa que a ampla maioria dos 67 mil docentes do PR manteve suas atividades, assegurando o atendimento regular aos alunos.

"É importante deixar claro aos pais que o cronograma de aulas foi mantido normalmente. Por isso, os estudantes devem continuar indo à escola, evitando prejuízos ao aprendizado", destaca o secretário de Estado da Educação, Roni Miranda. "Nas eventuais ausências por parte dos professores, as escolas contam com apoio tecnológico, criado para garantir o atendimento aos estudantes e manter o cronograma regular de estudos", completa.

A greve sindical, motivada pela votação do programa Parceiro da Escola na Assembleia Legislativa, foi suspensa por decisão do Tribunal de Justiça durante o feriado de Corpus Christi. A decisão prevê multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento.

A votação do projeto na Assembleia Legislativa continua nesta terça-feira. O programa tem como intuito otimizar a gestão administrativa e de infraestrutura das escolas mediante uma parceria com empresas com expertise em gestão educacional. Ele é limitado a 204 escolas, que ainda terão consultas à comunidade.

Conforme a proposta do programa, as empresas serão responsáveis pelo gerenciamento administrativo das escolas selecionadas na rede e pela gestão de terceirizados (limpeza/segurança), enquanto o projeto pedagógico segue com professores e diretores do Estado.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.