Domingo, 26 de Maio de 2024
11°

Chuvas esparsas

Ponta Grossa, PR

Dólar
R$ 5,17
Euro
R$ 5,61
Peso Arg.
R$ 0,01
Ensino Zicosur

Reitor da UEPG preside 35º Encontro Internacional Zicosur

Na abertura do primeiro dia, Miguel Sanches Neto, reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e presidente da RZU (gestão 2022-2024), destacou a responsabilidade das universidades públicas junto à comunidade

10/04/2024 às 14h18 Atualizada em 10/04/2024 às 14h46
Por: Redação Fonte: UEPG
Compartilhe:
Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

De 3 a 5 de abril, a Universidade Estadual de Ponta Grossa participou do 35º encontro internacional da Rede Zicosur Universitário (RZU), composto pelo 1º Seminário Zicosur de Ciências Forenses, pela 10ª Assembleia de Assessores Internacionais e a 35ª Plenária de Reitores. Os eventos foram realizados na Universidade Nacional de Salta (Unsa), na Argentina, e contaram com a participação de cerca de 70 pessoas, entre elas 30 reitores de universidades públicas da Zona de Integração do Centro-Oeste da América do Sul.

Na abertura do primeiro dia, Miguel Sanches Neto, reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e presidente da RZU (gestão 2022-2024), destacou a responsabilidade das universidades públicas junto à comunidade. “As comunidades que atendemos e integram nossas universidades são a razão de nossa existência, por isso é importante ter uma atenção especial para todas as pessoas que não chegam a essas instituições”. O presidente da Rede também reforça que o 35º Encontro Internacional da RZU é uma excelente oportunidade para “reafirmar o poder das universidades junto à comunidade”.

O reitor da Unsa, Daniel Hoyos, declarou que o foco do 35º Encontro seriam os diálogos sobre temas de relevância regional e internacional, as novas áreas de colaboração e os vínculos que consigam transcender fronteiras e fortalecer a rede de instituições de ensino. Ainda, reforçou o compromisso das instituições que integram a Rede para “fomentar o diálogo intercultural, promover a excelência acadêmica e formar estudantes na convicção de investir em uma sociedade mais justa, inclusiva e sustentável para a nossa região”.

Seminário Zicosur de Ciências Forenses

A quarta-feira (3) contou com uma programação extensa, presencial e online, relativa à apresentação dos 17 trabalhos que compuseram o 1º Seminário Zicosur de Ciências Forenses, com painéis e conferências comandados por universidades da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha e Paraguai. A abertura aconteceu no Centro de Cultura América da cidade de Salta e foi liderada pelo professor Miguel Sanches Neto, e pelo reitor da Universidad Nacional de Salta (UNSA), Daniel Hoyos.

O professor Márcio Fernandes (Unicentro), co-coordenador do Seminário, define o evento como “uma nova frente de trabalho entre os países que congregam a entidade, um espaço aberto para todos, que estamos semeando juntos e a partir dos distintos conhecimentos que temos. Uma rede de ciências forenses serve para transformar a vida de muitas pessoas na região da América do Sul”.

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

A professora Caroline Doca (UFPR), afirma que as Ciências Forenses se destacam por conta da possibilidade de agregar distintos campos de conhecimento, como Ciências da Computação, Engenharia Ambiental, Física, Farmácia, Geologia, Geofísica, Química, Odontologia, Antropologia, Ciências Sociais e Humanas. “Neste sentido, a complexidade do universo forense permite a atuação integrada e multidisciplinar destas áreas, traduzindo-se em um modelo ideal para o compartilhamento de experiências e o fortalecimento de área e como tecido para as cooperações institucionais dentro da Zicosur”, comenta.

Ao longo do dia, os temas abordados foram: o uso de isótopos estáveis para rastreabilidade de microvestígios de interesse forense; aplicação da podologia forense para busca de pessoas desaparecidas e defesa internacional dos direitos humanos; análise de solos e a relação destas informações com a ciência forense; aplicações de sensores e ferramentas de inteligência artificial aplicados a casos forenses; e abordagem da transcendência das ciências naturais na construção da paz entre as nações.

A partir do primeiro e único centro dedicado à pesquisa forense dentro de uma universidade no Brasil, o Centro de Ciências Forenses da Universidade Federal do Paraná (CCF-UFPR), que integra a RZU, surge a iniciativa de um espaço dentro da Rede dedicado ao tema. Para a professora Caroline, “a semente plantada neste primeiro evento se coloca como um convite à divulgação das atividades relacionadas à temática forense, principalmente por meio de pesquisa e desenvolvimento tecnológico para contribuir com demandas de relevância para a sociedade moderna, para as quais as universidades se voltam, agora em um horizonte zicosureño para promover integração e cidadania através da ciência”.

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

A Rede Zicosur Universitário

Formada por 40 universidades públicas da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Peru e Paraguai, a RZU foi criada com o propósito de complementar e potencializar o processo de cooperação dos países que compõem a Zona de Integração do Centro-Oeste Sul-Americana, a fim de promover maior inserção no contexto internacional e incentivar o desenvolvimento econômico e social da região. Alguns dos principais eixos trabalhados pela RZU são pesquisa, transferência de conhecimento, mobilidade estudantil internacional, ensino e extensão universitária.

A secretária permanente da RZU, Carolina Romano, agradeceu o trabalho desenvolvido a partir da presidência da Rede Zicosur e da Universidad Nacional de Salta para chegar até este dia. “Apesar das circunstâncias sociais e econômicas que a região atravessa, o foco desses três dias de trabalho seriam o desenvolvimento científico e a vinculação tecnológica das universidades”

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

10ª Assembleia de Assessores Internacionais

O segundo dia do evento (4) foi marcado pela 10ª Assembleia de Assessores Internacionais, um encontro entre as instituições para articular eixos comuns de trabalho e definir de que maneira as ações da RZU podem ser vinculadas ao Zicosur Governo.

Durante a reunião, representantes da Fundação Araucária (FA), do Escritório de Relações Internacionais da UEPG (ERI-UEPG) e da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS) apresentaram propostas de convocatórias de diversos tipos voltadas à Rede Zicosur Universitário, com previsão de publicação ainda em 2024.

A FA, na figura da coordenadora da área internacional Eliane Segatti, lançou o Programa de Mobilidade Zicosur para Desenvolvimento Territorial Sustentável, que irá abranger todos os níveis de pesquisadores, incluindo missões técnicas para pós-doutorandos e missões de estudo para graduandos, mestrandos, doutorandos e pós-doutores. O valor destinado ao edital exclusivo para o projeto é de 1 milhão de dólares. Segatti relata que “a Fundação Araucária, em parceria com a Secretaria de Educação de Tecnologia e Inovação do Paraná, está comprometida em otimizar o uso do nosso orçamento, buscando investimentos de alta qualidade. A Rede Zicosur se destaca como um centro de pesquisa de excelência, no qual acreditamos plenamente. O investimento de 1 milhão de dólares na rede reflete nossa confiança em seu potencial para promover pesquisas voltadas ao desenvolvimento territorial sustentável ao longo do eixo de Capricórnio, dentro dos temas prioritários abordados”.

Segundo a coordenadora, o Programa de Mobilidade Zicosur para Desenvolvimento Territorial Sustentável abrangerá todos os níveis de pesquisadores, incluindo missões técnicas para pós-doutorandos e missões de estudo para graduandos, mestrandos, doutorandos e pós-doutores. “Assim, acreditamos no potencial dessa rede para gerar resultados científicos significativos em todos os níveis de investimento, visando colher os frutos desse empenho”, completa Segatti.

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

A segunda ação, divulgada em conjunto entre a UEPG, a Universidade Estadual de Londrina (UEL) e a Universidad Nacional de Formosa (Unaf), foi uma proposta para que Espanhol e Português sejam utilizados amplamente como línguas de ciência na RZU. Com o objetivo de incentivar, fortalecer e divulgar a produção do conhecimento na Rede, esta ação também visa potencializar a mobilidade docente e discente e desenvolver políticas linguísticas para os dois idiomas.

As primeiras atividades serão a criação de uma revista científica bilíngue para a divulgação da produção da Rede, assim como encontros anuais de bolsistas para compartilhamento de pesquisas e experiências interculturais. Além destas, estão previstos cursos de curta duração de Espanhol e Português para áreas específicas do conhecimento, bem como dupla diplomação na área da graduação com foco na formação de professores de Espanhol e Português. A professora Viviane Furtoso, da UEL, esclarece que “as propostas foram aprovadas na plenária de reitores do dia 05/04. Agora os proponentes vão trabalhar na constituição de grupos de trabalho e do cronograma de trabalho”.

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

Por meio da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da UEPG (Propesp), o Escritório de Relações Internacionais (ERI-UEPG) aprovou um edital de concessão de cinco bolsas para mobilidade internacional voltadas aos estudantes de mestrado, que estará disponível ainda no primeiro semestre deste ano. Os mestrandos podem conseguir mais informações pelo e-mail: zicosur.univ@zicosuruniversitario.com.

A professora Sulany Silveira dos Santos, diretora do ERI, afirma que ampliar a mobilidade estudantil para a pós-graduação “é um passo decisivo que abre portas para o fortalecimento do conhecimento científico desenvolvido pelas universidades na Rede, além de ressaltar a importância da integração Sul-Sul”.

Outra instituição que lançou projetos de apoio à internacionalização e produção e divulgação do conhecimento científico na RZU foi a Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS). Por meio da professora Rosenery Lourenço, diretora de relações internacionais, a UEMS compartilhou boas práticas de internacionalização voltadas para a extensão e a iniciação científica, e lançou um edital de mobilidade para mestrados sanduíche na Rede Zicosur.

A convocatória prevê a entrega de bolsas de estudos para oito estudantes de mestrado matriculados em uma das universidades que pertencem à rede (exceto instituições brasileiras), para que eles realizem um período de mobilidade estudantil na UEMS. Rosenery destaca que este “foi um evento importante para reitores e assessores internacionais dialogarem e alinharem passos importantes em direção à solidificação da rede e criação conjunta de oportunidades de internacionalização universitária”. Os interessados devem acessar o site da Diretoria de Relações Internacionais da UEMS, aqui.

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

35ª Plenária de Reitores

“Esta foi uma plenária especial, em que eu gostaria de destacar a participação dos reitores na construção de uma rede cada vez mais solidária”. Assim, Sanches Neto define o terceiro dia do evento que foi marcado pela 35ª Plenária de Reitores, na qual estiveram presentes 30 representantes das universidades que participam da rede. O reitor Daniel Hoyos, complementa: “nossas universidades enfrentam uma série de desafios que requerem um compromisso coletivo e uma visão estratégica compartilhada”.

Na última sexta-feira (5), a Universidade San Francisco Xavier de Chuquisaca (USFX), que recentemente completou 400 anos de existência , foi apresentada formalmente à Rede. A integração da USFX à Zicosur Universitária faz com que a RZU atinja a marca de 40 universidades participantes, um marco importante para o coletivo. Para Sanches Neto, a história da USFX se mistura com a história da América Latina e “estar em Salta é uma forma de reafirmar mais uma vez que podemos defender a cultura que se cria nas universidades, a cultura acadêmica e a liberdade de cátedra”.

Durante a Plenária, foram aprovados movimentos importantes da Rede, como o calendário da Cátedra Aberta da Zicosur e a eleição da Universidade Nacional de Pilar (Paraguai) como sede do próximo encontro, que irá acontecer ainda no segundo semestre deste ano. Na avaliação do presidente da Rede, “este foi um grande encontro, o maior realizado pela Zicosur, com grande participação dos reitores e ampla divulgação na mídia por parte da Universidade de Salta”. Sanches Neto ressalta a criação de um grupo de trabalho para discutir inteligência artificial na Rede, cujo presidente será o professor Fabio Hernandes, reitor da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro).

Daniel Hoyos agradeceu a participação dos presentes e reafirmou o compromisso da Unsa com a Rede, ressaltando a importância da integração: “é fundamental que nos reunamos para abordar os desafios que enfrentamos e para buscar soluções colaborativas que impulsionem o desenvolvimento de nossas instituições e sociedades em conjunto”.

Para mais informações sobre editais, acesse o site da Rede Zicosur Universitário.

Presenças

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

Estiveram presentes: da Universidad Nacional de Catamarca, o reitor Oscar Alfonso Arellano, a subsecretária de Relações Internacionais Tamara Mascareño Varas, e Macarena Jorgelina Gonzalez; da Universidad Nacional del Chaco Austral, a diretora de assuntos internacionais Patricia Paola Zachman; da Universidad Nacional de Jujuy a vice-reitora Liliana Bergesio, a secretária de internacionalização e integração regional, Bettina Siufi, a responsável pela mobilidade acadêmica na rede Zicosur Universitário Flavia Subelza e a diretora do projeto Unju Sustentável Maria Cristina Rueda; da Universidad Nacional de Salta, o reitor Ing. Daniel Hoyos, a secretária permanente da RZU Sandra Carolina Romano Buryaile e a chefe de relações internacionais Ximena Segon; da Universidad Nacional de Santiago del Estero, o reitor Héctor Rubén Paz; da Universidad Nacional de Tucumán, o reitor Sergio Pagani; da Universidad NAcional de Chilecito, o reitor Cesar Alberto Salcedo e o vice-reitor acadêmico German Oscar Antequera; da Universidad Nacional de La Rioja, a subsecretária de relações internacionais Paola Marcos; da Universidad Autónoma Juan Misael Saracho, o reitor Eduardo Cortez Baldiviezo e a diretora do departamento de relações internacionais Marcela Hoyos Lopez; da Universidade Estadual do Centro-Oeste, o reitor Fábio Hernandes e o diretor de relações institucionais, inovação, empreendedorismo e empregabilidade Marcio Ronaldo Fernandes; da Universidade Estadual de Londrina, a reitora Marta Regina Gimenez Favero, a assessora de relações internacionais Viviane Bagio Furtoso, o docente Fábio Luiz Melquiades e as estudantes Sabrina Domingues Monteiro, Fernando Freitas dos Santos e Rafaela Luiza Lenkiu; da Universidade Estadual de Maringá, o coordenador do escritório de relações internacionais Renato Leão Rego; da Universidade Estadual do Norte do Paraná o reitor Fabio Antonio Néia Martini, o vice-reitor Ricardo Aparecido Campos, o diretor de pesquisa e assessor internacional Fabio Henrique Rosa Senefonte e o assessor jurídico Fernando de Brito Alves; da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, o reitor Alexandre Almeida Webber e o assessor de relações internacionais Rafael Mattiello; da Universidade Estadual do Paraná, a agente técnica do escritório de relações internacionais Clarisse Sophia Alejandra di Núbila e a diretora interina do escritório de relações internacionais e chefe da divisão de programas e projetos do ERI, Marila Annibeli Vellozo; da Universidade Estadual de Ponta Grossa, o reitor Miguel Sanches Neto e a diretora do Escritório de Relações Internacionais Sulany Santos; da Fundação Araucária, a coordenadora técnica do Novo Arranjo de Pesquisa e Inovação, Adriana Brandt, a coordenadora de projetos estratégicos internacionais Eliane Segati Rios e a assessora de projetos estratégicos internacionais Angela dos Santos Salto; da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, a secretária de relações internacionais Lucilene Machado Garcia Arf e a técnica administrativa Jéssica da Silva Militão; da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), o reitor Prof. Laércio Alves de Carvalho, a diretora de relações internacionais Rosenery Loureiro Lourenço, a chefe do setor de admissão internacional e acolhimento, Mônica de Fatima Berno e o chefe da assessoria de relações institucionais da Rota Bioceânica Ruberval Franco Maciel; da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), o reitor Jones Dari Goettert e o chefe do Escritório de Assuntos Internacionais Matheus de Carvalho Hernandez; da Universidade Federal do Paraná (UFPR) a chefe do departamento de Química e coordenadora de projetos do Centro de Ciências Forenses e Pamella Medice De Araujo, estudante; da Universidade de Brasília (UNB), o pesquisador colaborador do Instituto de Geociências Rafael Espindola Canata; da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, o estudante Gládiston de Souza Coelho; da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Jennifer Fidelix Tomazini; da Universidad Antonio Nariño (UAN), o professor pesquisador Carlos Martin Molina Gallego; da Universidad de Antofagasta (UA), o diretor estudantil Alexis Hernán Mamani Carlo; da Universidad Nacional de Caaguazú (UNC), a reitora María Gloria Martinez Blanco, a diretora geral de relações internacionais Mirian Penayo e Ángel Rodríguez González; da Universidad Nacional de Canindeyú (Unican), o reitor Mariano Adolfo Pacher Morel e a coordenadora de relações inter-institucionais Fatima Benjamín Morínigo; da Universidad Nacional de Concepción (UNC), o vice-reitor Arnaldo Miguel Ferreira Cabañas e o secretário de relações internacionais César Augusto Vargas Alvarez; da Universidad Nacional de Itapúa (UNI), a vice-reitora Nelly Violeta Monges de Insfrán; da Universidad Nacional de Pilar (UNP), o reitor Victor Rios, a vice-reitora Gladys Emilce Britez Caballery, a diretora de gabinete Karen Fabiola Villalba de Benitez e a coordenadora de relações inter-institucionais, Luisa del Pilar Gamarra Zalazar; da Universidad Nacional del Este (UNE), o diretor geral de relações internacionais Ronald Miguel Villalba Aguilera; da Universidad Nacional de Educación a Distancia (UNED), o técnico Gerardo Perigali Otero, Maria de los Ángeles Cavero e Pablo Martínez-Escauriaza Pera.

Texto: Domitila Gonzalez, com informações da Universidad Nacional de Salta. Fotos: Universidad Nacional de Salta.

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

Foto: Reprodução/UEPG
Foto: Reprodução/UEPG

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários