Vídeo: Memorial Ponto Azul será transformado em ateliê municipal

 Vídeo: Memorial Ponto Azul será transformado em ateliê municipal

O espaço irá receber oficinas de artes visuais – entre elas de desenho, pintura, gravura, escultura e fotografia -, além de contar com quatro salas para exposição de trabalhos

Da redação

Na manhã desta sexta-feira (23), a prefeita de Ponta Grossa Elizabeth Schmidt anunciou quem o Memorial Ponto Azul, localizado na Praça Barão do Rio Branco, será transformado em um ateliê municipal. O espaço irá receber oficinas de artes visuais – entre elas de desenho, pintura, gravura, escultura e fotografia -, além de contar com quatro salas para exposição de trabalhos. A novidade foi divulgada através de um vídeo nas redes sociais ao lado do secretário da Cultura, Alberto Portugal.  

“Vamos transformar um espaço muitas vezes subutilizado, muitas vezes depredado, muitas vezes abandonado num novo palco da cultura ponta-grossense”, adianta a prefeita. “Tenho certeza de que o pessoal das artes visuais vai ficar muito feliz, porque é o que eles mais queriam. Aqui terá segurança, educação, diversão e muita arte”, afirma.

De acordo com Portugal, o espaço irá receber artistas locais e convidados. “As salas de exposição estarão localizadas no coração de ponta Grossa e vão estar abertas para receber nossos artistas, artistas convidados e encantar a população com a cultura viva da nossa cidade”, enfatiza.

Ainda não há previsão para a abertura do novo espaço e, segundo a Prefeita, mais detalhes devem ser divulgados em breve. “O Ponto Azul sempre foi um ponto de encontro, antes de quem partia e chegava; agora será um ponto de encontro de quem vive e ama essa cidade”, diz.

Ponto azul

 O Ponto Azul foi por muitos anos, local de embarque e desembarque dos coletivos urbanos de Ponta Grossa e, teve sua origem na década de 1950. Era uma construção de dois pavimentos, onde também funcionava lanchonete, bomboniére, engraxataria, entre outros serviços.

Em volta do prédio, uma marquise abrigava os passageiros que esperavam ou desciam dos coletivos. Com o crescimento da cidade, há necessidade de novas linhas obrigou a transferência do ponto para as Praças Barão de Guaraúna e Barão do Rio Branco respectivamente.

Na década de 1970 o local foi demolido, permanecendo somente na lembrança das pessoas, que sempre se referem ao local como Ponto Azul.

Por isso, em 2004, foi inaugurado no mesmo local o Memorial Ponto Azul, que entre outras coisas, possui um painel que resgata a identidade local em 1958, como ponto de encontro da comunidade princesina, preservando assim um importante referencial da história de Ponta Grossa.

Confira o vídeo:

Com informações e imagens da PMPG

Digiqole ad

Notícias Relacionadas