Stocco cobra abertura de novos leitos para tratamento da Covid-19 em PG

 Stocco cobra abertura de novos leitos para tratamento da Covid-19 em PG

Vereador cobra autoridades do Estado e também da Prefeitura a ampliação do número de leitos e melhoria nas condições de atendimento

Das assessorias

O vereador Geraldo Stocco (PSB) enviou, nesta quarta-feira (10), um ofício ao governador do Estado, Ratinho Junior, e à prefeita de Ponta Grossa, Professora Elizabeth Schmidt (ambos do PSD), sobre a criação de novos leitos para tratamento da covid-19 na cidade. Além disso, no mesmo documento, Stocco cobra que a Prefeitura agilize “o quanto for possível” a abertura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santana. 

De acordo com o parlamentar, o pedido se baseia na crescente de casos no município e já no possível “estrangulamento” na estrutura de atendimento do Hospital Universitário (HU-UEPG). “Vemos que os índices do HU são muito preocupantes, com leitos lotados ou quase lotados diariamente. É preciso agir de forma emergencial para evitar que a situação se agrave ainda mais”, destacou Stocco.

Durante a sessão da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) nesta quarta, Stocco destacou que os casos na cidade seguem crescendo e a tendência deve se manter diante da retomada das atividades comerciais. “Precisamos aumentar nossa estrutura de atendimento à Saúde de forma emergencial. Há uma necessidade de criarmos novos leitos que está muito evidente”, destacou Stocco. 

O parlamentar lembra que o HU-UEPG é a unidade de referência no atendimento dos casos de covid-19 de Ponta Grossa e dos Campos Gerais. “Por isso, acredito que nossa cidade precisa de novos leitos para dar conta da demanda represada e também da demanda futura do próprio município e das cidades da região, caso os níveis de contaminação se mantenham”, destacou o parlamentar do PSB.

Geraldo defende que novos leitos poderiam ser instalados em um local que atualmente não está sendo utilizado, mas já teve uso hospitalar, como é o caso do antigo Hospital Evangélico ou mesmo em uma estrutura de um hospital de campanha. “Não importa o local a ser utilizado, mas sim a abertura de novos leitos. Outras cidades e estados paranaenses apostaram nesta saída diante do crescimento da pandemia”, destacou o vereador. 

Informações e imagens: Divulgação/Assessorias

Digiqole ad

Notícias Relacionadas