Saneamento coloca Ponta Grossa como uma das melhores cidades para se viver

 Saneamento coloca Ponta Grossa como uma das melhores cidades para se viver

Indicador contribuiu para que Maringá, Curitiba, Cascavel, Londrina, São José dos Pinhais e também figurem na lista

Das assessorias

Maringá lidera o ranking denominado índice de Desafios da Gestão Municipal que avalia as 100 maiores cidades brasileiras e indica qual delas é melhor para se viver. Curitiba foi apontada como a melhor capital brasileira para se viver e, no ranking geral, figura na sétima colocação. As outras cidades são Cascavel (11º), Londrina (17º), São José dos Pinhais (32º) e Ponta Grossa (39º). 

Em Cascavel, graças ao saneamento, a cidade subiu 24 posições na última década. O ranking, divulgado pela Revista Exame, foi realizado pela consultoria Macroplan e leva em consideração 15 indicadores.

Nos municípios atendidos pela Sanepar, 100% da população urbana tem acesso à água potável. Com relação ao atendimento com coleta e tratamento de esgoto, nessas seis cidades, os índices de acesso à rede coletora são: Maringá e Cascavel, em torno de 99%, Curitiba 96,4%, Londrina 94,8%, Ponta Grossa 90,7% e São José dos Pinhais 77,5%. E todo o esgoto coletado é tratado.

O diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, ressalta a importância da água potável e do esgoto tratado para a qualidade de vida dos paranaenses e avalia que a posição das cidades paranaenses no ranking reflete os investimentos constantes da Sanepar em tecnologia e inovação em seus serviços para alcançar a excelência no atendimento. De janeiro de 2019 a setembro de 2020, os investimentos da Sanepar nas seis cidades somam R$ 576,7 milhões em obras e serviços de água, esgoto e atendimento.

Ranking – O estudo Desafios da Gestão Municipal (DGM) apresenta uma análise da evolução recente das 100 maiores cidades brasileiras, que representam metade do PIB brasileiro. A metodologia do ranking utiliza um indicador sintético que reúne 15 indicadores em áreas essenciais para a qualidade de vida da população, educação, saúde, segurança, saneamento e sustentabilidade. 

Informações e imagens: Divulgação/Sanepar

Digiqole ad

Notícias Relacionadas