Reunião discute indicadores de emprego e qualificação profissional em PG

 Reunião discute indicadores de emprego e qualificação profissional em PG

4º Feirão da Qualificação Emprego e Renda de Ponta Grossa também foi tema do encontro virtual

Das assessorias

Na última semana, o Conselho Municipal do Trabalho, Emprego e Renda (CMTER) realizou reunião de forma remota. Entre os assuntos, foram discutidos indicadores da Agência do Trabalhador Sine-PG, sobre o 4º Feirão de Qualificação, Emprego e Renda e também sobre a Semana de Qualificação Profissional. 

Primeiramente foram apresentados os dados dos principais serviços da Agência do Trabalhador nos últimos 100 dias. Foram disponibilizadas 1.970 vagas de emprego, feitos mais de 20 mil atendimentos presencialmente e mais 3.400 de modo remoto, devido a pandemia. Além disso, foram mais de 8 mil encaminhamentos presenciais e 113 remotos. “Mesmo no período de pandemia tivemos uma quantidade expressiva de colocações sendo 603 no período em que trabalhamos presencial e 36 quando estávamos em home office”, comenta Jane D’Eleutério, diretora da Agência do Trabalhador em exercício, que considerou o período em home office dos dias 18 a 26 de março. 

De acordo com os dados Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) e do Ministério da Economia, no primeiro bimestre deste ano, Ponta Grossa contratou mais do que demitiu. Nos primeiros dois meses de 2021 foram 1.899 trabalhadores contratados, sendo que em janeiro 808 novas vagas foram criadas e em fevereiro as outras 1.091.  “O saldo de 1.899 vagas no bimestre é proveniente das 8.513 admissões e das 6.614 demissões registradas no período. No ano o setor que tem puxado a criação de oportunidades em Ponta Grossa é a construção civil, seguida dos serviços, onde a subcategoria que mais se destaca é a de atividades administrativas e serviços complementares”, explica o Nilton Bahls, coordenador de Administração da Secretaria Municipal de Industria, Comércio e Qualificação Profissional. 

Bahls também apresentou o resultado do 4º Feirão da Qualificação Emprego e Renda de Ponta Grossa o qual foi realizado de forma remota e com a participação de mais de 10.000 pessoas e com mais de 1.000 e-mails de acessos, sendo ofertados mais de 250 vagas de emprego, 50 estágios e 46 cursos da plataforma digital.

O coordenador relata que a representante da FIEP, Priscila Garbelini Jaronski, apresentou a proposta para contar com três carretas do SENAI para Ponta Grossa, na Semana da Qualificação Profissional que está prevista para ocorrer em novembro e com muitas novidades, o que foi aprovado por unanimidade pelos conselheiros.

José Carlos Loureiro, secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional ressalta a importância do Conselho Municipal do Trabalho, Emprego e Renda dentro da Agência do Trabalhador por terem um papel de gestor das ações em nossa cidade e de nortearem as prioridades em qualificações e mercado de trabalho. “O Conselho é uma importante ferramenta para potencializar as ações da Secretaria”, finaliza Loureiro.

Informações e imagens: Divulgação/PMPG

Digiqole ad

Notícias Relacionadas