24 de setembro de 2021

(42) 99838-3791

Últimas notícias

Projeto da UTFPR é selecionado em programa de aceleração de startups

 Projeto da UTFPR é selecionado em programa de aceleração de startups

Processo de seleção buscava ideias capazes de resolver problemas do campo em grande escala

Das assessorias

A Mush acaba de ser selecionada no programa de aceleração de startups da Venturi Aceleradora. Ao total foram anunciadas 20 ideias com soluções inovadoras para o agronegócio que seguirão para a etapa “Warmup” (seleção aprofundada de startups) do processo GoHard, que envolve além de investimento, mentorias, estruturação de processos, conexão com parceiros, clientes e outros investidores. 

O processo, iniciado em 10 de fevereiro, está em sua terceira fase e segue até o Pitch Day, que ocorrerá em 13 de maio. Neste estágio de Warmup será realizada uma avaliação criteriosa sobre o perfil dos empreendedores, a capacidade e qualidade de entrega e também o potencial do negócio. Para isso, a Mush passará por mais 20 dias de atividades online, com momentos de capacitação coletiva, dinâmicas individuais e em grupo, além de um acompanhamento speed-dating com investidores.

De acordo com o orientador do projeto, professor Eduardo Sydney, “Este é mais um importante passo nessa breve e vitoriosa história da Mush. Estamos felizes de uma tecnologia gerada na UTFPR-PG estar ganhando tamanha repercussão. A expectativa é de conectar com o mercado e buscar parceiros para conseguirmos escalonar a produção. A equipe está preparada para mais esse desafio e será representada pelo Leandro Oshiro e pelo Antonio Carlos de Francisco.”

Ao final da atual etapa, serão selecionadas 12 ideias para apresentação no Pitch Day – ele encerra o processo de seleção, apresentando as startups para os investidores do Grupo. Há uma expectativa de 4 a 6 selecionadas. O processo de aceleração das escolhidas inicia no dia 03 de junho de 2021.

No final do ano de 2020, representada pelo professor Eduardo Sydney e o estudante Leandro Oshiro, a startup já havia conquistado o primeiro lugar na “Órbita Agro”, no reality show Rocket, da emissora RPC. Durante o programa, seis grupos de empreendedores participaram de mentorias e palestras para desenvolver suas ideias e usar a tecnologia no campo. O desafio foi juntar economia e sustentabilidade.

Entenda o que a Mush faz

A Mush é uma empresa que surgiu no Laboratório de Fermentações do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, da UTFPR Câmpus Ponta Grossa. A startup produz, por meio da biotecnologia, um novo tipo de material que utiliza para sua fabricação apenas resíduos agroindustriais e um microorganismo. 

Além da biodegradabilidade, o material é bastante leve, resistente à chama e à umidade, possui impressionante resistência mecânica e faz absorção acústica, por isso pode ser utilizado na construção civil, em embalagens, na arquitetura e design de interiores, entre outros.

Informações e imagens: Divulgação/UTFPR

Digiqole ad

Notícias Relacionadas