Professora Elizabeth garante que irá reduzir a espera para exames e consultas

 Professora Elizabeth garante que irá reduzir a espera para exames e consultas

A candidata tem projetos para ampliar as ações municipais em saúde, atendendo a demanda por exames, consultas e procedimentos com especialistas

Das assessorias

Depois dos investimentos realizados nos últimos anos garantindo melhorias e readequação no serviço de saúde pública, com reformas, ampliações e construções de novas UBS, além de investimentos em contratações de pessoal e equipamentos, a professora Elizabeth (PSD) já tem projetos para ampliar as ações em saúde, atendendo a demanda por exames, consultas e procedimentos com especialistas. Com a abertura da UPA Sant’Ana, será instalado um Ambulatório Médico de Especialidades (AME) no Hospital Municipal, que vai atender a demanda por especialidades.

“Sabemos da necessidade da população por especialidades e a realização de exames. As mulheres que aguardavam ultrassom até algumas semanas atrás já estão realizando agendamento para o exame e até o final deste mês a demanda será normalizada, aliviando esse gargalo que surgiu durante o credenciamento de novas clínicas. E com uma nova estrutura vamos reduzir a espera para consultas, exames e procedimentos com inúmeros especialistas, o AME vai transformar a saúde em Ponta Grossa”, destaca professora Elizabeth.

Com a instalação do AME em Ponta Grossa, será possível a realização de 10 mil consultas por mês, além de 1.200 procedimentos mensais, em média. Além disso, o Ambulatório Médico de Especialidades também atenderá a demanda por exames, como endoscopia, colonoscopia, ultrassom, ressonância magnética, tomografia, eletrocardiograma, eletroencefalograma, mamografia, ultrassom transvaginal e diversos outros exames solicitados em acompanhamento com especialistas. 

Além do projeto para a saúde especializada, a professora Elizabeth também vai implantar novos projetos para ampliar o atendimento da atenção primária, com o programa Saúde na Hora, com atendimento estendido até às 22 horas em unidades de saúde estratégicas; e um sistema para consultas médicas por aplicativo, tendo o suporte dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) para os cidadãos que não tiverem aparelhos ou acesso à internet.

Informações e imagens: Das assessorias

Digiqole ad

Notícias Relacionadas