Professor Gadini propõe transformar o antigo Matadouro Municipal em espaço de lazer e cultura em PG

 Professor Gadini propõe transformar o antigo Matadouro Municipal em espaço de lazer e cultura em PG

O candidato do PSOL constatou a situação de abandono, depredação e descuido com a estrutura, localizada em Uvaranas.

Das Assessorias

A situação de abandono do espaço do antigo Matadouro Municipal revela o descaso de diversas gestões da Prefeitura de Ponta Grossa com determinados bens públicos. Esta é a avaliação do candidato a Prefeito pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Professor Gadini.

Em visita ao local, na manhã da quarta-feira (11), após convite de moradores da região, Professor Gadini constatou a situação de abandono, depredação e descuido registrado no local. Segundo ele, o espaço pode ser aproveitado para interesse de milhares de pessoas que vivem nas diversas localidades do entorno do Rio Verde, entre o contorno leste e os condomínios do programa Minha Casa Minha Vida, construídos entre 2012 e 2015.

Gadini esteve no local acompanhado de uma equipe de profissionais e da candidata à vereadora pelo PSOL, Professora Marilisa, e conversou com moradores que apresentaram propostas para imediata reutilização da área. Dentre as sugestões levantadas, que ainda precisam ser discutidas, moradores consideram a falta de espaços de lazer e entretenimento e apontam a urgência em reestruturar o imóvel. Assim, integrar as comunidades do entorno e preservar o Rio Verde, que precisa ser despoluído e limpo ao longo de diversos km de curso na área urbana de Ponta Grossa.

O imóvel onde funcionava o abatedouro municipal (na Rua Valério Ronchi em Uvaranas) encontra-se abandonado, com o terreno sem qualquer manutenção e cuidados. Em 2014, por indicação do Ministério Público do Paraná, o local foi interditado pela justiça após denúncias de irregularidades ambientais e sanitárias. Na época, a ação pública que interditou o local ajuizou a prefeitura, proprietária do imóvel e a Associação do Comércio e Indústria de Carnes Ponta Grossa (Acic-PG), que administrava o local desde 1995.

A atual gestão cogitou vender o imóvel, em 2018, antes de ceder o espaço temporariamente ao 13º Batalhão de Infantaria Blindado (BIB), para uso em treinamentos militares. O terreno que abrigava o antigo Matadouro Municipal localiza-se ao lado do Rio Verde, numa área de preservação permanente.

Após conversas com moradores da região, na avaliação do candidato do PSOL à Prefeitura de PG, é preciso elaborador um projeto integrado para abrigar espaços de uso coletivo de associações de moradores, como também promover atividades de cultura e lazer. “É fundamental assegurar a preservação do patrimônio natural e histórico da cidade, bem como criar atrações turísticas que beneficiem milhares de moradores da região”, avalia Professor Gadini.

A transformação do local em espaço público útil à população pode beneficiar moradores de toda região do Contorno Leste e Uvaranas, como as comunidades de Lagoa Dourada I e II, Residencial Londres, Jardim Panamá, Costa Rica I,II,III, Parque das Andorinhas, Residencial Jardim das Flores, San Martin, dentre outras localidades.

Informações e imagem: Divulgação/Campanha Professor Gadini

Digiqole ad

Notícias Relacionadas