Principais vias comerciais são sanitizadas para reabertura escalonada das lojas

 Principais vias comerciais são sanitizadas para reabertura escalonada das lojas

Operação ocorreu nas principais vias comerciais da cidade

Das assessorias

Na noite deste domingo (28) foi realizada mais uma Operação de Sanitização no combate ao covid-19, nas principais vias comerciais da cidade. Foram utilizados 30 mil litros água com hipoclorito de sódio 12%, material utilizado na sanitização, que foi pulverizado com o caminhão da seção de incêndio do Aeroporto Sant’Ana, da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional (SMICQP). A prefeita Elizabeth Schmidt acompanhou a ação de dentro do caminhão e salientou a importância para a economia local do comércio permanecer aberto. 

Entre os locais que foram sanitizados estão as principais ruas do centro da cidade, incluindo a Rua Balduíno Taques, Vicente Machado e o Calçadão da Cel Claudio. No bairro da Nova Rússia, foram sanitizadas a Avenida Dom Pedro II e a Avenida Ernesto Vilela, enquanto no Santa Paula, a principal via comercial, Rua Nicolau Kluppel Netto. O caminhão passou também por Uvaranas, em toda a extensão da Avenida Carlos Cavalcanti, em Oficinas na Avenida Visconde de Mauá e na Avenida Monteiro Lobato, no Jardim Carvalho. 

A prefeita conta que foi percorrendo as ruas da cidade, acompanhando a sanitização das ruas, percebeu que o comércio necessita do poder público e que o poder público necessita do comércio forte para o desenvolvimento da cidade. Para ela, o retorno do funcionamento do comércio é fundamental, por isso a gestão fará todo o possível para mantê-lo assim de agora em diante, mesmo que de maneira escalonada. “O objetivo é deixar o entorno das lojas prontos para receber a população, para juntamente com os comerciantes enfrentarmos a pandemia, sem comprometer a economia local, sem comprometer os empregos, mas principalmente sem comprometer a vida das pessoas”, explica Elizabeth.

O secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, José Loureiro destacou que todos os esforços estão sendo empregados no combate a pandemia e na defesa da economia da cidade. “Precisamos agora da ajuda dos empresários do nosso comércio, que exijam que seus clientes e colaboradores utilizem a máscara e o álcool gel constantemente, bem como que seja obedecida a limitação da quantidade de pessoas dentro dos estabelecimentos. Juntos seremos mais fortes e se todos fizermos o dever de casa, manteremos o comercio aberto, sem que isso impacte em aumento de casos da Covid-19 em nossa cidade”, finaliza Loureiro.

Informações e imagens: Divulgação/PMPG

Digiqole ad

Notícias Relacionadas