Prefeita Elizabeth Schmidt se reune com comitiva para discutir implantação da Escola de Sargentos de Armas (ESA)

 Prefeita Elizabeth Schmidt se reune com comitiva para discutir implantação da Escola de Sargentos de Armas (ESA)

Ponta Grossa mobiliza repartições municipais, estaduais e federais para reunião de apresentação da cidade

Das assessorias

A prefeita Elizabeth Schmidt se reuniu com o General de Divisão, Joarez Alves Pereira Junior, e os integrantes da comitiva dos militares envolvidos no processo de implantação da Escola de Sargentos de Armas (ESA) para discutir e apresentar o potencial econômico de infraestrutura e logística da cidade. O encontro entre as lideranças aconteceu na sala de reuniões e contou com representantes municipais, estaduais e federais. 

“O trabalho para trazer a ESA para Ponta Grossa começou com importantes lideranças paranaenses no circuito. Por isso, entendo que agora é um momento de união de toda a classe política e demais lideranças. Estamos convocando todas as forças políticas, militares e empresariais, porque essa é uma bandeira que interessa a todos, independentemente de qualquer coisa, a cidade só tem a ganhar em todos os sentidos”, disse a prefeita.

Ponta Grossa é uma das três finalistas do processo de seleção do município que irá sediar a ESA, uma das mais tradicionais instituições militares brasileiras. “Se confirmada, a implantação da ESA em Ponta Grossa representaria um crescimento substancial ao contingente militar já existente, com reflexos positivos no desenvolvimento de toda a cidade, inclusive em função dos impactos econômicos dessa conquista. Com o encontro de hoje pudemos repassar mais informações sobre a cidade e estreitar laços, ficando a disposição para esclarecimentos e demandas futuras”, destaca Elizabeth. 

Ponta Grossa disputa a Escola com outras duas cidades, Santa Maria no Rio Grande do Sul e Recife, em Pernambuco. “Ao todo tínhamos 16 cidades para iniciar o estudo de implantação da Escola, agora, na fase final, estamos com as três. Preciso analisar a escolha do local a longo prazo, mas Ponta Grosa tem grande potencial para receber a estrutura que precisamos. Estou feliz com este encontro e por ver a união de esforços que a cidade  apresentou, em parceria com o Estado”, comenta o General de Divisão, Joarez. 

Hoje, Ponta Grossa sedia a 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, e responde efetivamente pelo comando de diversas organizações militares, contendo estrutura diferenciada, como um aeroporto com voos regulares, imóveis públicos disponíveis para a implantação da unidade. “O Governo do Estado esta sendo parceiro e vai lutar para que o Paraná receba esta Escola. Ponta Grossa poderá sediar e contar com o Governo, com infraestrutura e tudo que for necessário para que tenha todas as adequações necessárias. É importante o Governo do Estado ser parceiro e participar efetivamente da negociação. Investimentos deverão ser feitos para que a estrutura seja a contento. Ponta grossa tem uma história com o exercito, é acolhedora e com toda certeza é uma ótima opção para a instalação”, declara o vice Governador do Estado do Paraná, Darci Piana

VANTAGEM ESTRATÉGICA

Ponta Grossa conta, além de uma estrutura militar bastante semelhante à de Santa Maria, com algumas vantagens estratégicas, como a proximidade com a capital do Estado, a disponibilidade imediata do Hotel de Trânsito, área adequada e disponível para a instalação da ESA, conexões aéreas e rodoviárias bastante acessíveis e disponíveis e, além de uma vasta rede de serviços públicos para o pessoal de apoio e familiares dos militares, inclusive uma das maiores redes de ensino de toda a região Sul, um parque industrial consolidado, num cenário de população e PIB significativamente mais expressivos do que a cidade concorrente e ainda o fato de que irá sediar uma unidade de um dos maiores complexos de veículos pesados – inclusive para uso militar – que é a Tatra Motors, já em fase de implantação.

Outra vantagem é que a cidade é servida por importantes rodovias e receberá, em pouco tempo, um novo arco rodoviário, com novas opções de deslocamento e facilidade de trânsito. Atualmente, a ESA está situada em Três Corações (MG), mas o espaço físico das instalações, que funcionam há setenta anos, já não comporta o número de alunos. Como Ponta Grossa conta com espaço e condições de recepcionar a um grande volume de militares, além de dispor de uma série de organizações militares já instaladas – na cidade e seu entorno – é uma das finalistas do processo de seleção do Exército.

Organizações militares que integram a 5ª Brigada

– Esquadrão de Comando da 5ª BIB

– 3º Regimento de Carros de Combate

– 5º Regimento de Carros de Combate

– 13º Batalhão de Infantaria Blindado

– 20º batalhão de Infantaria Blindado

– 5º Grupamento de Artilharia Autopropulsado

– 5º Batalhão de Engenharia de Combate

– 5º Batalhão Logístico

– 5º Batalhão de Suprimentos

– 11ª Bateria de Artilharia antiaérea Autopropulsado

– 5º Esquadrão de Cavalaria Mecanizada

– 5ª Companhia de Comunicações Blindada

– 25º Pelotão de Polícia do Exército

Informações e imagens: Divulgação/PMPG

Digiqole ad

Notícias Relacionadas