Ponta Grossa Censo tem mais de 970 agentes culturais, revela Censo

 Ponta Grossa Censo tem mais de 970 agentes culturais, revela Censo

Levantamento inédito superou as expectativas da Fundação Municipal de Cultura; dados estão disponíveis no site

Das assessorias

Ao longo dos últimos nove meses, a Fundação Municipal de Cultura de Ponta Grossa realizou um grande Censo Cultural na cidade, reunindo dados e informações de artistas, técnicos, produtores, empreendedores culturais, professores, orientadores, estudantes, pesquisadores, comunicadores, arteterapeutas, musicoterapeutas, gestores e servidores públicos. Ao todo, 979 agentes culturais responderam ao formulário online, mais que o dobro da meta inicial, que era de 450 participantes.

Agora, a Fundação divulgou os resultados compilados da pesquisa, com elementos fundamentais para compreender de forma embasada o setor cultural na cidade. Entre os dados, o Censo mostra que há na cidade 731 artistas, além de outras categorias. Revela também que há 443 agentes ligados à Música, 228 às Artes Visuais, 143 ao Teatro, 122 ao Audiovisual, 116 à Dança, 111 às Culturas Populares, 67 à Literatura, 52 ao Patrimônio Cultural e 30 ao Circo (o formulário permitia o preenchimento de mais de uma área por pessoa). 

A maior concentração de agentes culturais é em Uvaranas (213), seguido do Centro (120), Jardim Carvalho (93), Oficinas (85) e Contorno (79). Os autodidatas prevalecem (442 agentes), porém, 12,8% dos respondentes possuem pós-graduação na área.

Em relação à renda, 245 agentes possuem renda global individual de até R$ 1.039,00 (1 salário mínimo), 231 de até R$ 2.078,00 (2 salários), 149 de até R$ 3.117,00 (3 salários), R$ 51 de até R$ 4.156,00 (4 salários), 39 de até R$ 5.195,00 (5 salários) e 62 acima de 5 salários, além de 201 dizerem não possuir renda. Dos que responderam possuir renda, 273 deles tem 100% da renda proveniente da atividade cultural.

Do total de respondentes, 805 agentes culturais não participam de nenhum sindicato, associação ou entidade e 76% não possuem pessoa jurídica ou mesmo MEI, o que mostra a carência de formalização no setor cultural na cidade. Os dados detalhados e outras informações estão disponíveis para consulta no site cultura.pontagrossa.pr.gov.br/censocultural. 

“O Censo Cultural apresenta informações muito importantes sobre o setor em Ponta Grossa e poderá ser destrinchado em futuras pesquisas acadêmicas a partir do cruzamento de dados. É um legado desta gestão, que deixará para o futuro uma ferramenta para orientar a tomada de decisões dos gestores públicos e conselhos municipais, além de oferecer um sistema rápido de consulta sobre os agentes culturais em atuação na cidade”, destaca o diretor do Departamento de Cultura, Eduardo Godoy. 

Sistema de informações

Com suporte do Departamento de Informática da Prefeitura, foi criado um sistema para divulgação dos dados de contato e minicurrículo dos agentes culturais (que autorizaram a divulgação no momento de preenchimento do Censo). A ferramenta permite a busca pelo nome do artista ou por filtros de segmento, subsegmento, categoria e bairro. “Esse sistema irá facilitar o contato com os artistas, criando oportunidades e conexões. Com este lançamento, completamos todos os itens previstos no Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais”, afirma Godoy.

Informações e imagens: FMC

Digiqole ad

Notícias Relacionadas