PG: ‘Vale dos Trilhos’ fortalece política pública de inovação

 PG: ‘Vale dos Trilhos’ fortalece política pública de inovação

Decreto institui ecossistema de inovação “Vale dos Trilhos”, para promover desenvolvimento integral da atividade de inovação, através de seis eixos

Das assessorias

Para promover o desenvolvimento integral da atividade de inovação na administração municipal e em toda cidade de Ponta Grossa, a prefeita Elizabeth Schmidt assinou hoje (21) o decreto que institui a Política Municipal de fomento à inovação, através do ecossistema de inovação ‘Vale dos Trilhos’. A formalização do ecossistema ocorre de forma simbólica no Dia Mundial da Criatividade e Inovação, sendo ainda o nome uma homenagem e resgate histórico do desenvolvimento de Ponta Grossa, que se deu grande parte pelo passado ferroviário.

“Nossos trilhos se conectam desde 1894, quando nossa cidade recebeu os primeiros trilhos e a primeira estação, a Estação Paraná, e depois a Estação Saudade. E essa marca mostra nossa conexão com o nosso ecossistema de inovação, para construir uma cidade inteligente, com uma essência criativa e inovadora, mas que tem raízes na história. Através deste decreto, estabelecemos o Vale dos Trilhos como nosso ecossistema, definindo quais são os eixos que vão estruturar nossa política pública a partir de agora e quais os rumos queremos para nossa cidade, dentro dos objetivos de desenvolvimento sustentável”, reforça a prefeita, Elizabeth Schmidt, que fez a primeira apresentação do ecossistema de inovação de Ponta Grossa no webinar das Cidades Digitais dos Campos Gerais, encontro virtual promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) nesta terça-feira (20).

Conforme o decreto, através do Vale dos Trilhos, deve ser promovido o desenvolvimento integral da atividade de inovação no Município de Ponta Grossa, considerando as ações de empreendedorismo tecnológico, a criação de ambientes de inovação e a formação e capacitação de recursos humanos qualificados, em consonância com a Lei Federal nº 10.973, de 2 de dezembro de 2004 e a  Lei Municipal nº 13.181, de 14/06/2018.

Neste contexto do ecossistema Vale dos Trilhos, considera-se inovação a introdução de novidade ou aperfeiçoamento no ambiente produtivo e social que resulte em novos produtos, serviços ou processos ou que compreenda a agregação de novas funcionalidades ou características a produto, serviço ou processo já existente que possa resultar em melhorias e em efetivo ganho de qualidade ou desempenho, sem necessariamente envolver tecnologia.

“Vale dos Trilhos é a nossa nova identidade do ecossistema de inovação de Ponta Grossa para construir uma cidade inteligente com essência criativa e inovadora. Já temos projetos nas mais diferentes secretarias que possuem a chancela do Vale dos Trilhos. A Prefeitura está trabalhando internamente com novos programas dentro desses eixos para conseguir ter um governo mais inteligente, mais digital e mais acessível, desburocratizando muitos processos, tendo a inovação na concepção, como norteadora”, destaca a coordenadora de Fomento ao Empreendedorismo e Inovação e presidente da Afepon, Tonia Mansani.

O decreto instituindo o ecossistema do Município de Ponta Grossa, Vale dos Trilhos, foi assinado simbolicamente no Dia Mundial da Criatividade (21) e deve ser publicado na próxima edição do Diário Oficial do Município. 

Eixos

O “Vale dos Trilhos” tem como objetivo a criação um ambiente propício para a inovação através dos seguintes eixos:

I-. Comunidade participativa e gestão democrática: Parceria entre a gestão pública e o cidadão. Todos podem se mobilizar e participar do processo de tomada de decisão das diversas áreas do município.

II. Democratização tecnológica e inclusão digital: Ampliação do acesso à tecnologia. Possibilitar que o cidadão se torne autônomo em sua própria jornada, vislumbrando os benefícios que a tecnologia pode trazer às pessoas.

III. Educação e Empreendedorismo: Desenvolvimento de habilidades fundamentais para a vida. Cidadãos capazes de solucionar problemas e empreenderem a partir de iniciativas inovadoras e integradas com as novas tecnologias. Oportunidades para empresas e startups que possam influenciar positivamente a construção do futuro da humanidade.

IV. Fomento e desenvolvimento: Incentivo ao aumento da capacidade competitiva e o protagonismo dos atores locais. Promoção do desenvolvimento local e setorial a partir do fortalecimento dos negócios e da interação entre o público e privado.

V. Integração e cooperação: Desenvolvimento conjunto de atividades que promovam o desenvolvimento sustentável. Integração e cooperação dos atores do ecossistema de inovação de Ponta Grossa.

VI. Simplificação e desburocratização: Facilitar e modernizar os processos municipais. Geração da autonomia do cidadão através de um Governo Inteligente com o desenvolvimento amparado legalmente.

Objetivos

A Política Municipal de fomento à inovação tem como objetivos principais:

I – fortalecer e ampliar a base técnico-científica do Município, constituída por entidades de ensino, pesquisa e prestação de serviços técnicos especializados e por unidades de produção de bens e serviços de elevado conteúdo tecnológico;

II – fomentar a criação de empregos e renda no âmbito do Município, mediante o aumento e a diversificação das atividades econômicas que tenham por base a geração e a aplicação de conhecimento técnico e científico;

III – aprimorar e integrar o Poder Público Municipal, as instituições de ensino e pesquisa e as empresas de base tecnológica estabelecidas no Município de Ponta Grossa;

IV – estimular o compartilhamento e a distribuição dos resultados e conhecimentos obtidos mediante a atividade científica e tecnológica, contribuindo para um modelo coletivo de ciência, tecnologia e inovação;

V – estabelecer um modelo de incentivos de longo prazo à ciência, tecnologia e inovação, de forma a garantir a continuidade dos processos inovativos;

Informações e imagens: Divulgação/PMPG

Digiqole ad

Notícias Relacionadas