PG poderá ter usina de oxigênio medicinal

 PG poderá ter usina de oxigênio medicinal

A moção de apelo foi protocolada na Câmara Municipal pelo vereador Léo Farmacêutico, diante da falta de oxigênio em hospitais brasileiros

Por Cícero Goytacaz

A Câmara dos Vereadores de Ponta Grossa dirigiu neste mês de março uma moção de apelo à Prefeitura Municipal, pedindo pela realização de estudos acerca da viabilidade de implantação de usinas de oxigênio medicinal no município. A ação foi movida pelo vereador Léo Farmacêutico (PV), diante do colapso dos sistemas de saúde, devido ao agravamento da pandemia de Covid-19.

“O que me motivou foi a grande dificuldade que as cidades estão enfrentando a respeito do oxigênio. A gente vê aí, em muitas cidades do Brasil, pessoas sendo mortas por falta do oxigênio e a grande demanda do produto agora nesta pandemia”, explica o parlamentar. “O nosso secretário de Saúde, Dr. Rodrigo Manjabosco, esteve na Câmara conosco e comentou que (os estudos) já estão sendo providenciados. Fico feliz de fazer parte dessa história e poder salvar vidas”, complementa.

Imagem: Agência Brasil.

Digiqole ad

Notícias Relacionadas