Pesquisadores da UEPG conquistam vagas para intercâmbio no exterior

 Pesquisadores da UEPG conquistam vagas para intercâmbio no exterior

Edital Capes selecionou bolsistas no âmbito do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE), que prevê o intercâmbio científico e a qualificação acadêmica de discentes do Brasil, por meio da concessão de bolsas

Das assessorias

Pesquisadores de seis cursos da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) conquistaram vagas em novo edital da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que selecionou bolsistas no âmbito do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE). O programa prevê o intercâmbio científico e a qualificação acadêmica de discentes do Brasil, por meio da concessão de bolsas no exterior. 

Adriano Alberto Smolarek (Ciências Sociais Aplicadas), Ana Luisa Terasawa Senra (Engenharia de Ciências de Materiais); André de Morais (Geografia), Cristiane Maucoski (Odontologia), Laura Mattana Dionisio (Ciências Farmacêuticas) e Rafaela Gomes da Silva (Ciência e Tecnologia de Alimentos) foram os pesquisadores da UEPG selecionados no edital da Capes.

A pesquisadora Laura Dionisio, que conquistou uma bolsa na Harvard University – Harvard Medical School, em Boston, salienta a importância de uma oportunidade como essa. “Desde a minha graduação sempre sonhei com a possibilidade de fazer parte da minha pós-graduação no exterior e, agora, conquistei essa oportunidade com a bolsa de doutorado sanduíche da Capes”, expressa. 

Para ela, estudar fora do País é uma chance de estar em contato com profissionais que são referência na sua área. “Acredito que será uma experiência muito valiosa para a minha formação, e terei a oportunidade de aprender com grandes especialistas na área, reconhecidos mundialmente, além de aprender técnicas que ainda não foram realizadas aqui na universidade”, afirma.

O pró-reitor de Pesquisa da UEPG, Giovani Favero, aponta a relevância da UEPG em apoiar os pesquisadores em programas como este. “Esse programa da Capes é importante no processo de internacionalização dos Programas de Pós-graduação (PPGs) da universidade, e como foco principal, na experiência do doutorando. Na UEPG, alguns PPGs têm rotineiramente pós-graduandos contemplados, ampliando as parcerias internacionais e formando melhores pesquisadores”, explica. 

A gestão da bolsa compete à Pró-Reitoria de Pós-Graduação ou órgão equivalente da Instituição de Ensino Superior de vínculo do bolsista. O edital financiará até 1,4 mil bolsas no exterior na modalidade Doutorado Sanduíche, com duração de, no mínimo, quatro meses e, no máximo, seis meses. Os países que receberão os pesquisadores da UEPG são: Canadá, Espanha, Estados Unidos e Irlanda.

O Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE) oferece bolsas de estágio em pesquisa de doutorado em outros países de acordo com o Plano de Internacionalização da Instituição de Ensino Superior.

Digiqole ad

Notícias Relacionadas