Opinião: Contribuição Sindical Anual é essencial para a retomada da economia

 Opinião: Contribuição Sindical Anual é essencial para a retomada da economia

Por Daniel Wagner*

Todo ano, nós recebemos diversas cobranças, como tributos obrigatórios e contas, boletos que muitas vezes passam despercebidos aos nossos olhos, mas um, em especial, deve chamar a sua atenção: É a contribuição sindical anual.

A contribuição é uma ação para recolher fundos ao Sindicato e é investido pelas empresas de hotelaria e gastronomia. Mas por que usamos a palavra investimento e não pagamento? Isso tem relação a forma como nós, do Sindicato Empresarial de Hotelaria e Gastronomia dos Campos Gerais (SEHG Campos Gerais), usamos o valor.

A contribuição de cada associado é investida em ações que retornam às empresas. São serviços e produtos gratuitos ou com valor diferenciado.

Assessoria jurídica, exame admissional e demissional e cursos são algumas das opções disponíveis aos associados, que ainda podem participar das mudanças na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

E, acreditamos, sem sombra de dúvidas, a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) é a ferramenta mais importante ao empresário do setor e cabe somente ao SEHG Campos Gerais representar as empresas englobadas pela Convenção, indicar mudanças às cláusulas, negociar pisos salariais e demais demandas propostas por associados.

Ao longo dos anos, propomos diversas mudanças na CCT, a fim de melhorar cláusulas a favor dos empresários, como o espaço de intervalo de 4 horas.

Além disso, em 2020, ano com maiores desafios ao empresariado, nós estávamos buscando soluções, seja local ou nacional, que ajudasse as empresas a passar pelo momento de pandemia com as menores ranhuras. Entre as ações neste período estavam propostas de MP, solicitação de crédito, reuniões com prefeituras e cursos de qualificação. As empresas não pararam e nós também não.

E em 2021, nós queremos fazer mais e para isso, é preciso que a união seja a principal palavra das ações do Sindicato e que cada ator esteja envolvido, sugerindo e colaborando. 

Mas para tudo acontecer, é preciso investir para um continuarmos fazendo nosso trabalho e atuando pelos associados. No dia 26/02 vence a contribuição anual feita pela Nacional Cobranças e esperamos a sua participação.

*Daniel Wagner é presidente do Sindicato Empresarial de Hotelaria e Gastronomia dos Campos Gerais.

Sobre o Sindicato Empresarial de Hotelaria e Gastronomia dos Campos Gerais

O Sindicato Empresarial de Hotelaria e Gastronomia dos Campos Gerais (SEHG) representa as negociações coletivas de trabalho e promove a conciliação nas convenções, acordo e dissídios coletivos de trabalho de interesse individual ou coletivo das empresas associadas.

Também patrocinada e defende os interesses próprios das empresas integrantes da categoria econômica representada, mantendo relações com as demais organizações sindicais para concretização de solidariedade social e defesa dos interesses nacionais, sob o ponto de visita da categoria representadas e dos associados.

*O autor é o atual presidente da instituição representativa da região dos Campos Gerais com atuação desde 2003.

As ideias defendidas neste artigo são de responsabilidade exclusiva do autor. As opiniões expressas neste texto não correspondem necessariamente à posição do portal comVc. 

Informações e imagens: Divulgação/Assessorias

Digiqole ad

Notícias Relacionadas