Número de acidentes com mortes cai 18% nas rodovias administradas pela CCR RodoNorte

 Número de acidentes com mortes cai 18% nas rodovias administradas pela CCR RodoNorte

Número de ocorrências até o fim de outubro mostra redução nos trechos cuidados pela concessionária no Paraná; se seguir até o fim do ano, índice será o menor da história

Das assessorias

Nesta sexta-feira (27), a concessionária CCR RodoNorte apresentou um balanço parcial sobre os atendimentos realizados ao longo dos mais de 480 kms cuidados pela companhia no Paraná em 2020. Entre os números registrados, o principal destaque diz respeito a redução no índice de acidentes com mortes: na comparação com o ano passado, os números extraídos até o fim de outubro mostram um índice 18% menor em relação ao registrado ao longo de 2019.

É importante destacar que estes índices não levam em consideração números absolutos do tráfego, e sim critérios estatísticos utilizados internacionalmente, que têm como base o número de acidentes com mortes em 100 milhões de kms rodados. Ou seja, a redução deste número nas rodovias cuidadas pela CCR RodoNorte possui parâmetros igualitários, não tendo relação com a queda no fluxo registrada ao longo da pandemia do Coronavírus em todo o Paraná. No Estado, a concessionária é responsável por trechos das BRs 376 e 277 (entre Curitiba e Apucarana), PR 151 (Ponta Grossa – Jaguariaíva), além de trechos urbanos da BR 373 e PRC 373 em Ponta Grossa.

“A redução do índice de acidentes com mortos é uma somatória de diversos fatores, que inclui as diversas obras concluídas e em andamento que temos ao longo deste ano, além da evolução constante das nossas equipes de atendimento, como também o próprio comportamento dos motoristas”, ressalta Mauro Bertelli, Gestor de Atendimento da CCR RodoNorte. Em 2020, entre outras obras, a concessionária liberou novos segmentos da duplicação da BR 376, a Rodovia do Café, nas cidades de Mauá da Serra, Marilândia do Sul e Apucarana.

Milhares de vidas salvas

O índice de mortalidade registrado até o mês de outubro (2,6 por 100 milhões de kms rodados), inclusive, será o menor da história dos 23 anos de concessão da CCR RodoNorte no Paraná caso seja mantido até o final do ano. Na comparação com 1998, primeiro ano onde a métrica internacional foi adotada nas rodovias (quando o índice foi de 14,95), a redução nos segmentos cuidados pela concessionária no Estado chega na casa de 82,4%.

A partir destes números, é possível verificar a quantidade de vidas salvas pelo programa de concessões no Paraná, especialmente no trecho da CCR RodoNorte: com as reduções registradas ano a ano nas rodovias, são 4,6 mil vidas salvas através dos benefícios da concessão. “É o resultado do trabalho de centenas de profissionais, envolvidos direta ou indiretamente com o atendimento nas rodovias, que se dedicam 24 por dia, 365 dias por ano”, reforça Thais Labre, Diretora-Presidente da concessionária.

Informações e imagens: Divulgação/CCR Rodonorte

Digiqole ad

Notícias Relacionadas