Quinta, 19 de Maio de 2022

Poucas nuvens

Ponta Grossa - PR

Campos Gerais Novidade

Parceria entre Frísia e HELM beneficia o Parque Histórico de Carambeí

Considerado um dos maiores museus a céu aberto do Brasil, o Parque Histórico é um memorial da imigração holandesa e de toda a tradição Agro na região

17/12/2021 às 11h45 Atualizada em 17/12/2021 às 11h47
Por: Redação Fonte: Divulgação/Assessorias
Compartilhe:
Divulgação/Assessorias
Divulgação/Assessorias

“Para criar um futuro no Agro, é preciso entender a tradição e o passado que foram construídos, reconhecê-los, preservá-los e nos inspirarmos para as próximas gerações”. É com essa frase que o Vice-Presidente Sênior Crop Protection da HELM do Brasil, Sebastian Lüth, explica a parceria da empresa com a Frísia Cooperativa Agroindustrial em benefício do Parque Histórico de Carambeí, no Paraná (PR). A pedido da Frísia, a HELM fez a doação de um aporte financeiro de R$ 100 mil ao parque via Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

Considerado um dos maiores museus a céu aberto do Brasil, e conhecido como o “cantinho mais holandês do Paraná”, o Parque Histórico de Carambeí é um memorial da imigração holandesa. Construído em uma área de 100 mil metros quadrados, une vasto jardim a construções arquitetônicas típicas. O museu é dividido em três alas museais. Uma delas é o Museu do Trator que integra a ala da Vila Histórica e encanta os apaixonados pela vida no campo. Com máquinas e implementos agrícolas, o museu mostra as transformações tecnológicas pelas quais a agricultura passou.

“A parceria é uma ação em conjunto entre a HELM do Brasil e a Cooperativa Frísia e, além de estarmos juntos no nosso negócio, é uma oportunidade de contribuir na vida cultural da região e da comunidade local, cooperando para a realização das atividades sociais, além da preservação da história”, avalia Lüth.

Parcerias em prol da história e comunidade

Para o presidente da Associação Parque Histórico de Carambeí, Dick Carlos de Geus, é uma satisfação contar com novos patrocinadores, empresas que acreditam no projeto do parque e que auxiliam financeiramente para que a associação consiga dar continuidade à missão de divulgar a cultura dos imigrantes e seus descendentes em Carambeí.

“Como museu da imigração holandesa, trabalhamos com a difusão da cultura desses imigrantes e buscamos também contar a história de grupos migrantes de outras etnias que colaboraram para a formação do território de Carambeí. Foi uma grata surpresa contar com a HELM entre nossos patrocinadores. Ficamos felizes por acreditarem em nosso trabalho e nos ajudarem a continuar realizando ações para a promoção da história da imigração em Carambeí”, afirma Geus.

Para o presidente da Frísia, Renato Greinadus, esta parceria viabilizará o trabalho no parque sob o aspecto social, dentro da perspectiva ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa). “É excelente poder direcionar o imposto de renda para um projeto social que atualmente está estruturado e com gestão sólida. Desta forma estaremos impactando um número grande de pessoas, como, por exemplo, escolas, para proporcionar aos alunos uma experiência incrível, que envolve história, cooperativismo, civismo, entre outros aspectos que representam bons valores na sociedade. Esta parceria é fundamental”, avalia Greinadus. “Não temos interesses econômicos: nosso objetivo é incentivar o bem-estar, a cultura e o conhecimento, proporcionando para a sociedade como um todo um grande benefício. A HELM nos ajudará a manter o custo fixo do funcionamento do parque para mantê-lo vivo e ativo na cidade de Carambeí”, completa.

Em 2025, a Frísia completa um século de história. A cooperativa é a mais antiga do Paraná e a segunda do Brasil, e tem como valores Fidelidade, Responsabilidade, Intercooperação, Sustentabilidade, Integridade e Atitude (FRISIA). Com unidades no Paraná e Tocantins, em 2020, produziu 283 milhões de litros de leite, 832.765 toneladas de grãos e 28.063 toneladas de suínos, resultado do trabalho de 895 cooperados e 1.119 colaboradores.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários