Quarta, 10 de Agosto de 2022
13°

Chuva

Ponta Grossa - PR

Dólar
R$ 5,12
Euro
R$ 5,23
Peso Arg.
R$ 0,04
Justiça

Polícia Federal investiga esquema de crimes financeiros em Fortaleza

Ação apura captação ilegal de recursos de investidores no exterior

05/08/2022 às 15h40
Por: Redação Fonte: Agência Brasil
Compartilhe:

A Polícia Federal deflagrou hoje (5) operação para desmantelar um esquema de crimes financeiros envolvendo captação ilegal de recursos de investidores no exterior e supostos investimentos em Fortaleza. Os policiais cumpriram quatro mandados de busca e apreensão expedidos em domicílios investigados na capital cearense.

De acordo com a PF, as buscas têm como objetivo cessar as práticas ilícitas e apreender documentos e mídias para instrução de inquérito policial e individualização da atuação dos suspeitos, levantamento integral de prejuízos e das vítimas dos crimes investigados.

As investigações tiveram início no ano de 2019, a partir de notícia de uma das vítimas, e apontaram indícios de atuação de um empresário francês residente em Fortaleza e seus auxiliares na gestão fraudulenta de recursos de estrangeiros, com apropriação de recursos e atuação no mercado financeiro, captando recursos com suposto fim de investimentos no Ceará, sem autorização do Banco Central do Brasil", informou a PF.

Segundo a corporação, as vítimas eram, em sua maioria, franceses e suíços residentes na Europa, que tiveram prejuízos financeiros por confiar nas empresas geridas por um dos investigado, um francês, para gerir recursos.

Os investigados poderão responder por crimes cujas penas são de até 24 anos de prisão. As investigações continuam, com análise do material apreendido. Houve ainda suspensão das contas esitesdas empresas investigadas, bem como sequestro de bens e valores disponíveis nas contas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários