Domingo, 03 de Julho de 2022
12°

Poucas nuvens

Ponta Grossa - PR

Agricultura Paraná

Infraestrutura, manejo, tecnologia e apoio do Estado fortalecem fruticultura do Litoral

O Dia de Campo da Banana, realizado nesta quinta-feira (23) em Guaratuba, no Litoral do Paraná, reuniu agricultores, associações, técnicos e lidera...

23/06/2022 às 16h56
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:

O Dia de Campo da Banana, realizado nesta quinta-feira (23) em Guaratuba, no Litoral do Paraná, reuniu agricultores, associações, técnicos e lideranças para discutir, com atividades práticas e palestras, caminhos para o desenvolvimento da fruticultura. Foram apresentadas ações do Sistema Estadual da Agricultura para fortalecer o setor, como investimentos em infraestrutura, cooperativismo, pesquisa e extensão rural.

Uma das iniciativas é a pavimentação de 4,5 quilômetros de estradas rurais com pedras irregulares em Guaratuba, por meio do programa Estradas da Integração, da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab). O convênio, assinado no evento, soma investimento de R$ 1,7 milhão por parte da Seab e R$ 281,6 mil como contrapartida do município. Outro projeto, com recursos do governo federal, vai viabilizar a pavimentação de mais 4,5 quilômetros.

“Cooperar para um sistema de transporte mais eficiente faz bem para a nossa agricultura”, disse o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

A pavimentação vai proporcionar melhoria do transporte de insumos, materiais, escoamento de produção, fluxo de habitantes e turistas, além de colaborar para a gestão do solo e da água, reduzindo problemas de erosão. “A implementação do projeto é fundamental para a sustentabilidade econômica de Guaratuba”, disse o prefeito Roberto Justus. O município tem aproximadamente 150 quilômetros de estradas rurais.

Ortigara destacou ainda que, apesar das dificuldades com as condições climáticas e custos de produção, o agro paranaense tem conseguido evoluir rapidamente. “O Paraná tem um grande potencial para crescer na horticultura. E vai crescer pela produtividade, pelo uso do conhecimento, pelo avanço da ciência, pelas tecnologias que estão chegando para termos um desempenho com menos força bruta e mais conhecimento aplicado”, afirmou.

Outras ações envolvem o trabalho do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapar-Emater (IDR-Paraná). “Nosso compromisso é unir trazer pesquisa, extensão, fomento e tecnologia para fazer a diferença. A banana e a fruticultura em geral são importantes para o estado, e queremos apoiar, ajudar os produtores a produzir e comercializar”, afirmou o diretor-presidente do Instituto, Natalino Avance de Souza.

A programação contou com palestra do engenheiro agrônomo do IDR-Paraná José Aridiano Lima de Deus, que falou sobre o manejo nutricional da cultura da banana para altas produtividades.

COOPERATIVISMO– Também foi realizada, durante o Dia de Campo, a entrega de um caminhão para a Associação dos Pequenos Produtores Rurais da Localidade de Cubatão (APPRUC), que fornece principalmente banana e verduras para merenda escolar e Ceasa, além de comercializar alguns produtos da agroindústria. A compra do veículo foi viabilizada por meio do programa Coopera Paraná, beneficiando aproximadamente 90 agricultores.

Segundo o presidente da entidade, Waldemir Ribeiro, o projeto inclui ainda uma carreta, já entregue aos associados. “Uma coisa interessante de se observar é que a gente consegue produzir, mas o escoamento era difícil por causa do frete. Hoje, nós produzimos e temos um meio de transporte, inclusive com baú, que protege o produto. Então mudou 100%”, afirmou.

NÚMEROS– Em 2020, o Paraná produziu 171 mil toneladas de banana, gerando um Valor Bruto de Produção (VBP) de R$ 175 milhões, de acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral). A banana foi a segunda fruta em volumes colhidos (13,9%) e a quinta em geração de renda bruta (9,3%), frente a 1,2 milhão de toneladas e R$ 1,9 bilhão do universo da fruticultura do Paraná, segundo o engenheiro agrônomo do Deral Paulo Andrade, que também acompanhou o evento desta quinta-feira.

O Litoral concentra 47% da produção da fruta no Estado, com destaque para Guaratuba – o município é o principal produtor de bananas, com 3,3 mil hectares cultivados que proporcionaram 61,9 mil toneladas e VBP de R$ 63,5 milhões, O município foi o 20º produtor nacional de bananas em 2020, de acordo com a Produção Agrícola Municipal – PAM, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

EVENTO– O Dia de Campo da Banana foi organizado pelo IDR-Paraná e Seab em parceria com a Prefeitura Municipal de Guaratuba, com apoio do Senar-pR, Receita Federal, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Associação dos Produtores Rurais da Localidade de Limeira (Aprulli) e APRUCC.

PRESENÇAS– Também participaram o diretor-presidente da Ceasa, Eder Bublitz; o chefe do núcleo regional de Paranaguá, Maurício Lunardon; o deputado estadual Nelson Justus; vereadores, lideranças municipais, além de diversos servidores da Seab, Adapar e IDR-Paraná da região.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários