Quinta, 19 de Maio de 2022

Poucas nuvens

Ponta Grossa - PR

Ponta Grossa Saúde

Prefeita Elizabeth recebe vereadores e propõe pacto pela saúde

A previsão é de que a Prefeitura reforme 45 unidades de saúde até 2024, 15 delas ainda em 2022

13/05/2022 às 15h50
Por: Redação Fonte: Divulgação/PMPG
Compartilhe:
Foto: Divulgação/PMPG
Foto: Divulgação/PMPG

A prefeita Elizabeth Schmidt recebeu, na manhã de hoje (13), vereadores do Município para discutir e apresentar as medidas que estão sendo implementadas na área da saúde. Durante o encontro, a prefeita ressaltou a preocupação da gestão em articular medidas ágeis e eficientes para a resolução das demandas atuais e propôs um pacto pela saúde envolvendo toda a cidade, principalmente a Prefeitura e o Legislativo Municipal. 

"Fico muito feliz em poder estar aqui com os nossos vereadores para demonstrarmos as ações e os desafios que temos que enfrentar para implantarmos um novo projeto para a saúde de Ponta Grossa. Estamos em contato constante com os órgãos do Município e do Estado, incluindo a Vara da Infância e Juventude, a UEPG e demais instituições envolvidas no intuito reforçar nosso compromisso e buscarmos estratégias que contribuam para o fortalecimento da área da saúde da cidade. 

Nossa prioridade agora é atender as nossas crianças, por isso, além de iniciarmos os atendimentos na Sady Silveira  já na segunda-feira (16), também já começamos com os trâmites para viabilizar a contratação de mais médicos, além da criação de um projeto de saúde escolar que vai percorrer, em um primeiro momento, os Cmeis da nossa cidade, uma ação preventiva e que busca fortalecer a atenção para com a saúde das nossas crianças", destaca a prefeita Elizabeth Schmidt.

Ainda durante o encontro, a prefeita também ressaltou o objetivo do Município de construir uma Unidade de Pronto Atendimento em Uvaranas e um Centro de Saúde Infantil. Outro ponto levantado foi o direcionamento de recursos até então empregados na manutenção do Hospital Amadeu Puppi para reforçar os atendimentos da Atenção Primária nas Unidades de Saúde dos bairros. "A  Atenção Básica e de baixa complexidade é de responsabilidade do  Município, que até então direcionava uma grande parte de recursos para a assistência hospitalar e ambulatorial, discricionárias das outras esferas do executivo. Sendo assim, com as recentes alterações ocorridas na área da saúde do Município, podemos investir agora mais recursos para a reforma e construção de novas unidades de saúde, incluindo uma nova UPA em Uvaranas e um Centro de Saúde Infantil, e dessa forma, absorver de forma descentralizada a demanda de atendimentos. Aproveito, inclusive, para agradecer aos vereadores que articularam o direcionamento de emendas impositivas que serão utilizadas na melhoria dos nossos estabelecimentos de saúde. Nós queremos que a população busque o primeiro atendimento nas unidades de saúde e possa ser assistida nesses locais da forma mais rápida, eficiente e completa possível, sem a necessidade de grandes deslocamentos e isso passa não só por investimentos na estrutura física e de suporte, mas pela capacitação e valorização de nossos profissionais", completa Elizabeth.    

 

Investimentos

Durante a reunião, o secretário municipal de Fazenda. Claudio Grokoviski apresentou aos vereadores o volume de investimentos feitos na área da saúde nos últimos quatro anos. 

"Somente em 2021, nós investimos 22,5% do orçamento do Município na área da Saúde, o que já supera o percentual constitucional exigido, que é de 15%. No total, aproximadamente R$ 235 milhões foram investidos, com recursos próprios do Município e repasses, no ano passado. Esse valor é cerca de R$ 20 milhões a mais em comparação com 2020, período que tivemos um grande aporte promovido pelo Governo Federal para o combate a pandemia", explica. 



Melhorias e ampliações

Partes integrantes do planejamento para reforço da saúde no Município, as reformas e a construção de novas unidades nos bairros devem ampliar a rede disponível para a população nos próximos meses. A previsão é de que a Prefeitura reforme 45 unidades de saúde até 2024, 15 delas ainda em 2022. 

"Nos próximos meses, nós teremos uma revolução no cuidado das unidades de saúde do Município. Além das reformas e da implantação de um plano de manutenção constante dos espaços,também já estamos trabalhando para viabilizar a construção de 04 novas unidades em pontos estratégicos da cidade, medida que irá descentralizar os atendimentos e diminuir a pressão que hoje converge principalmente na região central. Queremos que tanto a população quanto os profissionais tenham à disposição locais adequados para o atendimento e que isso aconteça o mais rápido e o mais próximo possível das comunidades", aponta o secretário de Infraestrutura e Planejamento, Henrique do Vale.  




UNIDADES DE SAÚDE QUE SERÃO REFORMADAS EM 2022

- Egon Roskamp (Santa Paula)

- Roberto de Jesus Portela (Ronda)

- CAPS AD (Uvaranas)

- Centro Municipal da Mulher (Vila Liane)

- Centro Municipal de Exames (Centro)

- SAE (Centro)

- Clyceu de Macedo (Santa Terezinha)

- Santo Domingo (Costa Rica)

- Zilda Arns (Parque Nossa Senhora das Graças)

- Horácio de Miranda (Santa Mônica)

- Ambrósio Brecailo (Bonsucesso)

- Sharise Angélica Arruda (Recanto Verde)

- Conrado Mansani (Uvaranas)

- Aluízio Grochoski (Vila Guaíra)

- Antonio Russo (São José)




Presenças

Prefeita Elizabeth Schmidt, secretários municipais Henrique do Vale (Infraestrutura e Planejamento), Claudio Grokoviski (Fazenda) e Cliciane Garczarek (Administração e Recursos Humanos),  Edgar Hampf (Chefe de Gabinete), Gustavo da Matta (Procurador Geral do Município),  e os vereadores Filipe Chociai, Divo, Pastor Ezequiel Bueno, Ede Pimentel, Doutor Erick, Leandro Bianco, Julio Kuller, Felipe Passos, Paulo Balansin, Josi do Coletivo, Léo Farmacêutico, Jairton da Farmácia, Geraldo Stocco, Izaias Salustiano e  Missionária Adriana Jamier. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários