Quarta, 17 de Julho de 2024 (42)99838-3791
Artes Cultura

Festival Memorabilia traz Luis Melo e Alice Ruiz nesta sexta em PG

A mesa de conversas discute a nova geração 60+ no Brasil

09/07/2024 15h47
Por: Redação Fonte: Das Assessorias
Divulgação
Divulgação

As novidades não param na programação do Festival Memorabilia, um evento que busca valorizar a nova geração 60+ em Ponta Grossa. Nesta sexta-feira, 12 de julho, o público terá a oportunidade de participar de uma mesa de conversa sobre os desafios e realidades de quem integra essa nova geração com mais de 60 anos. O bate-papo, que começa às 19h, no Cine-Teatro Ópera, contará com a presença da escritora Alice Ruiz, do ator Luis Melo, do músico Lydio Roberto e da professora aposentada Maria José Subtil, com mediação da jornalista Ana Cláudia Gambassi. A entrada é gratuita e aberta para todos, independente da idade. O Festival é realizado pela Diálogos Culturais, com produção da Estratégia Projetos Criativos e Inspire Projetos Criativos.

A proposta da conversa aberta é que o público e os participantes consigam trocar vivências e discutir como é o processo de envelhecimento nessa nova geração e em seus respectivos espaços de atuação profissional. Para Eziquiel Ramos, diretor geral do evento, o propósito é criar um ambiente que seja inovador e que ressignifique o pensamento dos presentes de como uma pessoa de maior idade pode se comportar. “Existe uma geração que está envelhecendo com você. Então, quando pensamos em quem é essa pessoa, como ela se comporta, quais suas atividades de lazer e de que forma ela está incluída na sociedade, nós já estamos quebrando alguns paradigmas sociais”, comenta.

“Discutir a nova geração 60+ é falar sobre uma comunidade totalmente ativa, criativa, com energia para viver e que continua trabalhando e produzindo. E é nesse ambiente criativo que a presença de grandes nomes de diferentes áreas de atuação fortalece o debate e a importância do Festival”, conta o diretor de produção, Eduardo Godoy.

 

Programação

O Festival Memorabilia 60+ é um projeto multicultural com programação diversa. Na agenda, o público vai poder acompanhar ainda o show inédito reunindo os mestres da música regionalista Álvaro Bueno, Boró e Silvestre Alves (sábado, 20h); uma Mostra Regional de Talentos Musicais, com a participação de 15 atrações da região (sábado, 15h), exposição interativa ‘A Música da Minha Vida’ e show de encerramento com o cantor Moacyr Franco (domingo, 19h, ingressos esgotados). Toda a programação é gratuita e acontece no Cine-Teatro Ópera.

 

Convidados

Alice Ruiz é poeta, haicaísta e compositora. Com mais de 20 livros publicados, é vencedora, dentre outros, do Prêmio Jabuti de Poesia em 1989 (‘Vice Versos’) e 2009 (‘Dois em Um’). Além disso, suas composições musicais já foram gravadas por artistas como Zeca Baleiro, Adriana Calcanhoto, Ney Matogrosso e Cássia Eller. É uma das curadoras da exposição ‘Múltiplo Leminski’, que passeia pela vida de Paulo Leminski, que foi seu marido.

Já Luis Melo é ator e empreendedor, criador do Campo das Artes, espaço multicultural em São Luiz do Purunã. Entre seus principais trabalhos estão as novelas ‘O Cravo e a Rosa’, ‘A Casa das Sete Mulheres’, ‘Hilda Furacão’, e os filmes ‘O Auto da Compadecida’, ‘Caramuru - A Invenção do Brasil’ e ‘Chico Xavier’. Atualmente está em cartaz com o premiado espetáculo ‘Mutações’.

Participa também da conversa o cantor e compositor Lydio Roberto, criador do grupo Alla Breve, com quem realizou diversas apresentações e participações em festivais de música pelo Brasil. Atualmente, o músico coordena o grupo de vivências musicais Coisas de Alice, é membro da equipe pedagógica da Cântaro Arte-Educação e integra o Movimento Brasileiro da Canção Infantil. A mesa conta ainda com a professora aposentada da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Maria José Subtil. Graduada em Licenciatura em Música pela Faculdade de Educação Musical do Paraná, mestre em Educação pela UEPG e doutora em Engenharia de Produção/Mídia e Conhecimento, pela Universidade Federal de Santa Catarina, Maria José participou da implementação dos cursos de licenciatura em Música e Artes Visuais da UEPG. 

 

Realização

A realização do festival é da Diálogos Culturais, com direção geral de Ezequiel Ramos e produção de Rafaela Prestes (Inspire Projetos Criativos) e Eduardo Godoy (Estratégia Projetos Criativos), com apoio da RPC e Rujô. O evento é financiado com recursos da Lei Paulo Gustavo, oriundos do Governo Federal para o edital Paraná Festival, gerido pela Secretaria de Estado da Cultura - Governo do Estado do Paraná. Interessados podem acompanhar as informações através do Instagram @dialogosculturais.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.