Terça, 16 de Abril de 2024
21°

Chuva

Ponta Grossa, PR

Dólar
R$ 5,27
Euro
R$ 5,60
Peso Arg.
R$ 0,01
Ensino Educação para paz

Grupo da UEPG integra Fórum de Universidades pela Paz

A iniciativa busca mobilizar instituições de ensino a respeito do tema

04/03/2024 às 13h58
Por: Redação Fonte: UEPG
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

A promoção da cultura da paz ganhou mais uma aliada. No início deste ano, a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) aderiu ao Fórum de Universidades pela Paz (Foup). A iniciativa busca mobilizar instituições de ensino a respeito do tema. Na UEPG, o projeto será intermediado pelo projeto de extensão Núcleo de Educação para a Paz (Nep).

O Fórum é uma iniciativa inédita que integra universidades de todo o mundo para pensar questões referentes à cultura de paz, qual o reflexo disso nas instituições e como elas podem abraçar a cultura no desenvolvimento institucional. A UEPG integra a iniciativa com o objetivo de ensinar e aprender novas experiências, conforme explica o professor Nei Alberto Salles Filho, coordenador do Núcleo na Universidade. “É um olhar para dentro também, para pensarmos como as instituições de ensino superior podem produzir conhecimento também em relação à cultura de paz, como  podem pensar suas ações, melhorar seus ambientes e utilizar de questões relacionadas ao século 21, especialmente as baseadas na agenda 2030 da ONU”, destaca.

O Núcleo atua há mais de uma década na UEPG, com foco nos estudos e ações de extensão sobre a paz, nos campos de educação, saúde e direito. Com a integração ao Foup, a instituição se organizou em oito eixos, com professores pesquisadores das áreas de Justiça e Segurança da Vida; Educação de Qualidade; Meio Ambiente, Clima e Energia; Inclusão Social e Equidade; Tecnologia e Infraestrutura; Saúde e Bem-Estar; Desenvolvimento Socioeconômico e Trabalho; e Sustentabilidade Urbana a Rural. “A tendência é que a gente vá dialogando com mais parceiros, para dinamizar esses eixos”, complementa Nei.

Segundo o professor, a cultura de paz faz relação com a violência direta, violência estrutural e violência cultural. “Então a ideia do Foup-UEPG é pensar em como o ensino, a pesquisa e a extensão podem contribuir para pensar uma paz mais direta entre as pessoas; na efetividade de políticas públicas; e como tudo isso pode colaborar para criar uma sociedade menos violenta, uma paz que é construída a partir das ações humanas das práticas sociais cotidianas”, ressalta. A iniciativa estará em construção ao longo de 2024, na UEPG, por meio do (Nep). “Como a cultura de paz é um elemento fundamental nas sociedades, este não é um projeto apenas para agora, mas também seguramente para as próximas décadas. Ele vai crescer conforme as demandas de uma sociedade que passa por muita pobreza, por guerras e questões do meio ambiente”, completa.

Conheça o Núcleo de Estudos da UEPG aqui e o Foup aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários