Feira Verde é considerado modelo nos Campos Gerais

 Feira Verde é considerado modelo nos Campos Gerais

Iniciativa recebe servidores da Prefeitura Municipal de Ipiranga 

Das assessorias

Na última semana, o município de Ipiranga, da região dos Campos Gerais, enviou representantes para conhecer a organização, estrutura e funcionamento do Programa Feira Verde, da Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA). 

Samantha Silva, diretora Municipal de Meio Ambiente, da Prefeitura de Ipiranga comenta que já estão trabalhando no projeto de lei para a implementação de uma versão do Feira Verde no município vizinho. Segundo ela, a visita foi importante para sanar algumas dificuldades que encontradas na formulação do Programa. “Vamos iniciar o quanto antes nosso projeto, alguns detalhes serão diferentes em virtude da proporção daqui ser muito menor”, pondera. 

A diretora comenta ainda que foi através da vinda para Ponta Grossa que notaram a necessidade de medidas que ainda não tinham pensado e que fazem toda a diferença para o funcionamento do Programa. “Percebemos primeiramente a importância de ter um contrato com atacadista, para suprir uma possível falta de algum alimento que os produtores não consigam nos fornecer. Além disso, entendemos que se deve dar um intervalo de 15 dias para retorno ao mesmo ponto de troca, e não semanalmente como havia sido pensado anteriormente”, explica.

De acordo com o coordenador do Programa Feira Verde, Leandro Ximenio, os funcionários da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura de Ipiranga se mostraram interessados em adotar a iniciativa, após terem conhecimento na prática dos benefícios. “Mostramos todo o ciclo do Feira Verde, desde o momento em que recebemos o produto do agricultor da região, levamos eles até os pontos de coleta, onde fazemos a troca do reciclável pelos produtos e levamos eles ainda nas associações de reciclagem, em que encaminhamos o material coletado e eles fazer a destinação adequada”, conta Ximenio. 

O secretário da SMAPA, Bruno Costa, comenta que é uma grande satisfação receber gestores de outros municípios para aprender com Ponta Grossa, pois isso demostra a credibilidade que a iniciativa tem na região. Ele conta que além de Ipiranga, Ponta Grossa já realizou este mesmo modelo de visita técnica com gestores de Imbituva, Ipiranga, Castro, Telêmaco e Prudentópolis.  “Tanto para o produtor rural, que tem um canal de escoamento para a produção agrícola, mas também para a garantia da segurança alimentar para famílias em situação de vulnerabilidade social”, finaliza Costa. 

O Programa atende cerca de 9 mil pessoas, 4.500 famílias, em torno de 350 mil kg de recicláveis arrecadados por mês e aproximadamente 2 mil pneus. São 80 mil kg alimentos entregues nos bairros, por mês, para pessoas em vulnerabilidade social, em troca de recicláveis. O Feira Verde conta com 186 pontos de troca e a previsão é de ampliação para o segundo semestre.

Informações e imagens: Divulgação/PMPG

Digiqole ad

Notícias Relacionadas