Fechamento de UBS prejudica moradores do Santa Terezinha no pior momento da pandemia

 Fechamento de UBS prejudica moradores do Santa Terezinha no pior momento da pandemia

Segundo a Prefeitura, o fechamento é temporário e se deu por conta do remanejamento de funcionários para as unidades exclusivas Covid-19

Por Cícero Goytacaz

A Unidade Básica de Saúde Clyceu Carlos de Macedo, no bairro Santa Terezinha, zona oeste de Ponta Grossa, encontra-se temporariamente fechada. Isso causou preocupação e revolta entre a população local, que ao longo desta semana precisou ir ao local e encontrou a UBS sem funcionar. Atualmente, Ponta Grossa enfrenta o momento mais difícil da pandemia de Covid-19.

“Fiquei sabendo semana passada que iam fechar, mas não acreditei, nunca fechou nosso postinho. Estamos sem médico há tempos, mas estava vindo um para atender às gestantes, para fazer as receitas dos remédios controlados e para pacientes de risco. Também tinha a enfermeira chefe, para uma eventual necessidade da comunidade, como curativos, controle de pressão e diabetes. Agora estamos ao léu”, relata Bianca Cruz, moradora do bairro há 35 anos.

Para os moradores do Santa Terezinha, fechar a UBS Clyceu Carlos de Macedo aumentará a aglomeração de pessoas nas demais unidades próximas. “No postinho do Shangrilá também não há médicos, a Unidade da Santa Paula está dando suporte para a UPA, neste momento deveriam estar abrindo mais unidades, não fechando”, completa Bianca.

A Prefeitura esclarece que o fechamento é temporário, por conta da situação da pandemia na cidade. “Houve a necessidade de remanejamento de funcionários para atendimento nas UBS exclusivas para a Covid-19”, informa a assessoria. No último final de semana, hospitais da rede pública e particular declararam ocupação máxima, em meio à explosão de casos de contaminação pelo coronavírus no município.

Imagens: Reprodução/Facebook.

Digiqole ad

Notícias Relacionadas