Bispo pede que padres incentivem as coletas da Semana Santa

 Bispo pede que padres incentivem as coletas da Semana Santa

Ano passado, o Domingo de Ramos foi sem a presença de fiéis, na Paróquia Nossa Senhora da Luz, em Irati

Das assessorias

O bispo dom Sergio Arthur Braschi motiva a todos os católicos para a celebração da Semana Santa, “momento mais alto para nós, católicos, que se inicia no Domingo de Ramos, com as nossas celebrações possivelmente presenciais com (lotação de )15% em alguns municípios. Aqui, no município de Ponta Grossa ainda em lockdown, mas, a partir de segunda-feira, com a possibilidade de voltar os cuidados de 15% de ocupação dos nossos espaços”, comenta dom Sergio, referindo-se ao decreto publicado na manhã desta sexta-feira (26) e que estará em vigor dos dias 29 de março a 11 de abril.

“Uma boa notícia para Ponta Grossa. Observemos as normas com 15% (de lotação), preservando a vida dos fiéis. Tenhamos igrejas abertas e higienização para oração pessoal, com as secretarias paroquiais agendando atendimento e confissões”, comemora o bispo, aproveitando para insistir que os padres incentivem os seus fiéis para a coleta no Domingo de Ramos da Campanha da Fraternidade. “As doações podem ser entregues nas secretarias paroquiais ou através da conta da paróquia, divulgada nas transmissões online. Também importante a coleta da Sexta-Feira Santa, para os lugares santos, para ajudarmos os cristãos da Terra Santa, que estão passando por dificuldades”, acrescenta dom Sergio.

O bispo ainda lembrou que, na próxima quinta-feira, dia 1º, às 9 horas, na Catedral Sant’Ana, será realizada a Missa do Crisma, só para o clero e, possivelmente, a portas fechadas. “Boa Semana Santa a todos! Uma abençoada Páscoa!”

     Decreto

No decreto divulgado na manhã de hoje, a prefeita Elizabeth Schmidt determina que os templos de qualquer culto devem observar a Resolução 221 da Secretaria estadual da Saúde, emitida em 26 de fevereiro. A Resolução recomenda que, sempre que possível, os atos religiosos sejam realizados de forma não presencial. Também prevê que os espaços destinados à celebração de cultos religiosos devem respeitar as orientações para preservação do afastamento físico entre as pessoas, além de adotar estratégias de prevenção.

Entre as medidas preventivas ressalta-se que, no espaço destinado ao público, seja observada a ocupação máxima de 15%, garantido o afastamento mínimo de um metro e meio entre as pessoas, em todas as direções; que preferencialmente devam ser disponibilizadas cadeiras e bancos de uso individualizado, em quantidade compatível com o número máximo de participantes autorizados, que os assentos sejam demarcados para garantir o afastamento, que deva ser realizado o controle do fluxo de entrada e saída de pessoas; evitadas práticas de aproximação entre as pessoas e outras formas de contato físico; exigido tanto de todos os fiéis, funcionários e colaboradores o uso de máscaras de tecido e a higienização das mãos com álcool 70%, antes de entrar e ao sair.

Informações e imagens: Divulgação/Diocese de Ponta Grossa

Digiqole ad

Notícias Relacionadas