Angústia e busca por sentido na vida é próximo tema de bate-papo do Sepam Vestibulares

 Angústia e busca por sentido na vida é próximo tema de bate-papo do Sepam Vestibulares

O debate acontecerá na próxima terça-feira (27) e qualquer pessoa poderá acompanhar pelo Instagram @sepamvestiba 

Das assessorias

Na próxima terça-feira (27), o Sepam Vestibulares, de Ponta Grossa, promoverá o 2º bate-papo filosófico ‘Café com Sócrates’. Nesta edição, os professores Yuri Sócrates e Diego do Valle abordarão a temática da angústia humana na busca por um sentido na vida e o Mito de Sísifo, debatido pelo filósofo Albert Camus. O debate será às 10h, com transmissão ao vivo pelo Instagram do Sepam Vestibulares. Qualquer pessoa poderá acompanhar.  

A primeira edição do ‘Café com Sócrates’, promovida pelo Sepam Vestibulares, aconteceu no dia 13 de julho. A intenção da instituição é que, durante este ano, bate-papos filosóficos quinzenais sejam realizados e transmitidos para a população em geral. O primeiro debate abordou a constante ansiedade em uma ‘sociedade de cansaço’.  

De acordo com o coordenador do Sepam Vestibulares e idealizador da iniciativa, Yuri Sócrates, o objetivo das discussões é promover a reflexão dos alunos, mas também da sociedade em geral, a respeito de temáticas atuais e pertinentes, que são debatidas pela Filosofia.  

“A maior característica do ser humano é a consciência de si. E essa consciência leva as pessoas a se perguntarem ‘qual é o sentido da vida?’ ‘A vida tem um sentido?’ O Mito de Sísifo descreve a busca do ser humano por esse sentido, especialmente no mundo moderno, que sentimos que a todo momento estamos carregando responsabilidades e fardos sem entender bem o porquê. Como essa ainda é uma reflexão atual, decidimos abordar essa temática”, ressalta Yuri. 

Os mediadores do bate-papo são docentes de Filosofia do Colégio Sepam. Yuri é também historiador e doutor em História, com pesquisas na área filosófica. Diego é graduado em Letras e em Filosofia, além de ser doutor em Teoria e História Literária e professor colaborador da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus de Pato Branco. 

Para Yuri, a temática coloca em discussão a importância de desconstruir a cobrança interna que o ser humano tem acerca de si mesmo, caracterizada como a angústia em busca do sentido da vida, e apresentar uma outra perspectiva de vida, que é mais leve. 

 “Atualmente, o capitalismo vende possibilidades de sentido para a vida a todo momento. E, muitas vezes, confundimos o consumo como sendo um objetivo de vida. O que Camus nos faz refletir é: a vida precisa mesmo de um objetivo ou será que não podemos apreciar a vista do caminho?”, destaca o professor. 

Os interessados em acompanhar o bate-papo e enviar perguntas para serem respondidas ao vivo podem acessar o Instagram @sepamvestiba. 

Informações e imagens: Divulgação/Sepam Vestibulares

Digiqole ad

Notícias Relacionadas