Água contaminada por chorume preocupa moradores do Acampamento Emiliano Zapata

 Água contaminada por chorume preocupa moradores do Acampamento Emiliano Zapata

Córrego que passa pelo local provém do aterro desativado do Botuquara e pode contaminar o Rio Cará-Cará

Por Cícero Goytacaz

O córrego do Acampamento Emiliano Zapata, proveniente do aterro desativado do Botuquara, encontra-se em risco de contaminação por chorume. Na última quarta-feira (24), um moção de apelo à causa foi dirigida na Câmara Muncipal de Ponta Grossa pela vereadora Josiane Kieras, do Mandato Coletivo, e encaminhada ao Ministério Público.

A situação do córrego, que é um afluente do Rio Cará-Cará, já havia sido denunciada em 2019. “Recentemente nós estivemos lá no local e constatamos que continua existindo esse tipo de contaminação, porque a água está bem escura, o que caracteriza essa contaminação de chorume”, detalha João Luiz Stefaniak, co-vereador pelo Coletivo. “A contaminação está impedindo que os trabalhadores rurais, que residem lá no acampamento, utilizem essa água para suas atividades”, acrescenta.

A moção de apelo foi encaminhada para o Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente, Habitação e Urbanismo – GAEMA do Ministério Público do Paraná e encontra-se em análise.

Imagens: Divulgação

Digiqole ad

Notícias Relacionadas