Agricultura familiar: Prefeitura amplia compra de produtos do campo

Compromisso é priorizar a agricultura familiar na compra de produtos do campo para programas e ações desenvolvidas pela administração municipal

Das assessorias

Com o compromisso de priorizar a agricultura familiar na compra de produtos do campo para programas e ações desenvolvidas pela administração municipal, a Prefeitura assinou hoje termo de formalização do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) com 86 produtores rurais, ampliando a margem anual de R$ 8 mil para R$ 20 mil em compras de cada unidade produtiva integrada.
 
“Este é um dos compromissos que assumimos junto aos produtores rurais da nossa cidade, ampliar a assistência e parceria da Prefeitura. A produção destes trabalhadores é fundamental para que alimentos de qualidade cheguem à nossa mesa. Por isso ampliamos o PAA: para que eles tenham a garantia da venda desses produtos durante todo o ano, com a segurança para continuar no campo produzindo”, destaca a prefeita, Elizabeth Schmidt.

A ampliação da margem para compras de cada unidade produtiva é uma das ações da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA) para a ampliação do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar, que prevê ainda a formalização do Cadastro Único da Agricultura Familiar, a organização dos produtores, organização da produção e outras medidas.

“Desta forma, cada unidade familiar poderá receber R$ 20 mil por ano ao firmar contrato com a Prefeitura. Antes, cada produtor poderia vender somente até R$ 8 mil de produtos hortifrutigranjeiros. Através da Declaração de Aptidão ao Pronoaf (DAP), hoje contamos com 86 famílias de produtores cadastradas. Ao todo, vamos adquirir R$ 1,4 milhão em alimentos de produtores familiares da região de Ponta Grossa e quatro distritos vizinhos”, aponta o secretário interino da SMAPA, Bruno Costa.

O termo de formalização foi assinado nesta tarde em uma solenidade simbólica com a presença de alguns produtores, que foram representados pelo presidente da Associação de Hortifrutigranjeiros, Romualdo Siuta. “A agricultura familiar vai ganhar muito com este projeto, um apoio importante para o produtor que está no campo. Nos últimos anos, nós produtores buscamos crescer, adquirir conhecimento, ampliar a produção e melhorar a qualidade dos produtos. Ampliando a margem, fica mais fácil para gente se organizar e se firmar no campo para focar na produção”, destaca Siuta.

O objetivo é que com as mudanças do PAA, a partir de agora, o produtor conseguirá organizar seu fluxo produtivo por sazonalidade dos mais variados produtos de hortifrúti, suas vendas e entregas serão constantes ao longo do ano e terão ao apoio incondicional dos técnicos da SMAPA e do governo do estado através do IDR (Instituto de Desenvolvimento Rural), reduzindo o risco de perdas na sua produção.
 
Acompanharam a solenidade o vice-prefeito, Capitão Saulo; o secretário de Governo, Sebastião Mainardes; o secretário de Administração e Recursos Humanos, Maurício Silva; a equipe da SMAPA; e representantes de alguns produtores rurais.

Informações e imagens: Divulgação/PMPG

Digiqole ad

Notícias Relacionadas